Motor/Fórmula 1

Erro em bandeirada no GP do Canadá faz FIA repensar sistema

São Paulo , SP
15/06/2018 18:43:32

Em: Bastidores, Fórmula 1, Motor
Erro em bandeirada pode fazer FIA repensar sistema (Foto: Getty Images/AFP)

Convidada para sinalizar a última volta do GP do Canadá, a modelo Winnie Harlow se antecipou e acabou dando a bandeirada com uma volta de antecedência. A canadense foi alvo de críticas nas redes, porém a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) chamou a responsabilidade para si e disse que o erro foi causado por uma falha de comunicação.

No entanto, a gafe causou constrangimento a Charlie Whiting, diretor de corridas da entidade, que cogita transformar a tradicional bandeira quadriculada em um sistema eletrônico.

“Talvez nós precisemos pensar na possibilidade de ter uma sinalização melhor para o fim de corrida. A bandeira quadriculada é algo tradicional, mas também mais propensa a erros. Mas se for para fazer de forma automática, é necessário pensar em que momento você o fará, quando ativará o recurso”, declarou Whiting.

Apesar do erro da modelo canadense, Charlie Whiting afirmou não ser contra a participação de celebridades na bandeirada decisiva. “A culpa não foi da celebridade, então não creio que tenhamos que levar isso em conta. Mas talvez tenhamos que pensar em outras coisas, como a quantidade de gente que sobe na torre”, disse.

O grande vencedor da corrida do último final semana foi Sebastian Vettel, que liderou o circuito de ponta a ponta, somou 25 pontos e assumiu a ponta no campeonato de pilotos.