Equipes de Fórmula 1 aceitam acordo sobre divisão de lucros

AFP - São Paulo,SP

19-08-2020 10:16:55

As dez equipes participantes do Campeonato Mundial de Fórmula 1 aceitaram nesta quarta-feira as disposições do novo Pacto da Concórdia sobre a distribuição de receitas da modalidade, proposto Conselho Mundial de Esportes a Motor (WSMC) da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

“Este acordo garante o futuro da Fórmula 1 a longo prazo e, juntamente com as novas regras anunciadas em outubro de 2019 que entrarão em vigor em 2022, irá reduzir as diferenças financeiras e em pista entre as equipes”, divulgaram os organizadores da Fórmula 1.

Em vigor desde a década de 1980, o Pacto da Concórdia é renovado regularmente, para que as equipes e o promotor do campeonato dividam as receitas de um dos esportes com mais exposição na mídia no mundo.

É a primeira vez que esse acordo é renovado com o atual promotor, o grupo americano Liberty Media. A empresa assumiu o controle da F1 no início de 2017, após adquirir os direitos de uma holding britânica controlada Bernie Ecclestone, ex-dirigente da categoria.


A FIA também é signatária destes novo pacto, embora não tenha anteriormente intervido nas suas disposições.

Deixe seu comentário