Em meio a rumores, chefe da Renault não vê equipe pronta para Alonso

São Paulo, SP

29-08-2017 11:48:02

Insatisfeito com o motor Honda presente em seu carro McLaren, Fernando Alonso não sobe ao pódio desde a vitória do GP da Espanha, em 2013, e tem futuro incerto na equipe inglesa. O especulado retorno à Renault, onde conquistou seus dois títulos mundiais, porém, não deve acontecer, como rechaçou o chefe da escuderia, Cyril Abiteboul, nesta terça-feira.

“Estamos preocupados com o futuro. Ele [Alonso] tem sua dinâmica e acho que tem a urgência de estar em posição para poder lutar pelo título novamente. Sabemos que levará um pouco de tempo para termos um carro que possa oferecer isto, então uma coisa que eu não gostaria de ter é o Fernando frustrado em um carro Renault”, disse Abiteboul em entrevista ao site Motorsport.

Apesar do prestigio no grid da Fórmula 1, o espanhol aparentemente não tem vaga em um carro competitivo, já que as situações de Ferrari e Red Bull para 2018 estão definidas, e Valtteri Bottas deve permanecer na Mercedes.

A melhora da equipe francesa em Spa-Francorchamps, e o fato da Renault ter tido o quarto carro mais rápido da prova, não empolga Cyril Abiteboul. Além disso, o chefe da escuderia não garante que a parceria entre eles e Alonso faria sucesso baseando-se somente no retrospecto positivo.

“Minha resposta sobre o Fernando sempre vai ser a mesma. Primeiro, ele faz parte de uma grande equipe que está no meio de uma série de discussões estratégicas. Segundo, é óbvio que ele precisa considerar o timing dele e das outras equipes. As coisas precisam ser compatíveis para que seja uma relação de sucesso, não só porque foi uma relação de sucesso no passado”, completou.

Deixe seu comentário