Motor/Fórmula

Com Vettel na ponta, Ferrari faz dobradinha no primeiro treino na Alemanha

São Paulo , SP
26/07/2019 07:44:40 — 26/07/2019 07:52:58

Em: Fórmula 1, Motor

Na manhã desta sexta-feira, o Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1 foi aberto com a Ferrari na frente. No primeiro treino livre no Circuito de Hockenheimring, o dono da casa Sebastian Vettel, utilizando pneus macios, foi o mais rápido, com tempo de 1m14s013.

Também utilizando macios, o monegasco Charles Leclerc cravou 1m14s268 para ser o segundo, completando uma importante dobradinha da escuderia italiana. Lewis Hamilton, da Mercedes, foi o terceiro, seguido por Max Verstappen, da Red Bull, e Valtteri Bottas.

Os pilotos voltam a entrar em ação ainda nesta sexta-feira, às 10h (horário de Brasília), para o segundo treino livre. A corrida está marcada para o próximo domingo, às 10h10.

Logo no início, um problema com o carro de Kevin Magnussen fez o treino ser paralisado. Ainda na volta de instalação, o carro da Haas, após perder potência, ficou parado na pista, obrigando assim uma bandeira vermelha. Rapidamente, contudo, o carro foi rebocado e a atividade foi retomada.

Assim, após a paralisação, o primeiro favorito a marcar volta rápida foi Valtteri Bottas, da Mercedes, que assumiu a ponta com 1m14s828. Max Verstappen, da Red Bull, aparecia um pouco atrás, com 1m16s100. Hamilton não demorou para assumir a vice-liderança, com 1m15s563, ao passo que a Ferrari aparecia apenas em quarto, com Leclerc, e em quinto, com Vettel.

Sob o fitar de Ralf Schumacher, irmão mais novo do heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael, Bottas, Grosjean e Hamilton deram leves escapadas, mas retornaram normalmente ao circuito. O britânico da Mercedes, aliás, já assumia a liderança da atividade, com 0s490 de vantagem sobre Bottas. A maior surpresa até o momento era Sérgio Pérez, que aparecia na sexta colocação.

A Mercedes utilizava pneus médios, enquanto a Ferrari apostava nos macios, e a estratégia da escuderia italiana acabou se mostrando mais eficiente. Isso porque, faltando cerca de 20 minutos para o final do treino, Charles Leclerc assumiu a ponta, com 1m14s268. Na sequência, o monegasco ainda foi superado pelo seu companheiro Vettel, que cravou 1m14s013 para ser o mais rápido.

Daí para frente, já na reta final da atividade, os pilotos pouco se arriscaram, e não houve mais nenhuma mudança significativa na tabela de tempos. O principal destaque ficou por conta de Valtteri Bottas, que preocupou após escapar da pista e ir parar na caixa de brita. O finlandês, contudo, conseguiu retornar ao circuito sem maiores problemas na sequência.

Foto: Reprodução