Bottas faz a pole e quebra o recorde de Interlagos; Massa larga em nono

José Victor Ligero e Marcelo Baseggio - São Paulo , SP
11/11/2017 15:23:29 — 11/11/2017 20:42:25

Em: Fórmula 1, Motor

Se a sexta-feira foi de Lewis Hamilton, o sábado é de seu companheiro, Valtteri Bottas. Com o tempo de 1min08s322, registrado após o estouro do cronômetro do Q3, o finlandês foi o mais rápido do treino classificatório para o GP do Brasil de Fórmula 1. O piloto da Mercedes, portanto, estabeleceu o novo recorde de pole position do Autódromo de Interlagos, superando o alemão Nico Rosberg, que fez 1min10s023 em 2014.

Com três poles no ano e na carreira, Bottas terá o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, ao seu lado na primeira fila do grid deste domingo. Os dois brigam pelo vice-campeonato, já que a edição 2017 do Mundial já é de Hamilton. O britânico, aliás, foi eliminado logo no Q1 após bater com sua Mercedes na barreira de pneus.

O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, foi o terceiro mais rápido do treino oficial, com 1min08s538, sendo seguido pela Red Bull do jovem holandês Max Verstappen, que fez sua melhor volta em 1min08s925. O brasileiro Felipe Massa, por sua vez, apresentou bom desempenho com sua Williams até o Q2. Na última parte do treino, porém, não foi bem e iniciará o seu último GP do Brasil no nono lugar.

Punidos em função da utilização do oitavo motor na temporada, Daniel Ricciardo, da Red Bull, Brendon Hartley e Pierri Gasly, da Toro Rosso, largarão em 15º, 18º e 19º lugares, respectivamente. Já Lance Stroll, que sofreu uma sanção por trocar a caixa de câmbio de sua Williams, irá começar a prova na 17ª posição.

Penúltima etapa do Mundial de 2017, a corrida do GP do Brasil está prevista para começar às 14 horas (de Brasília) deste domingo.

Q1

Logo no começo da primeira parte da classificação, Hamilton perdeu o controle de sua Mercedes, saiu da pista e bateu com força na barreira de pneus, provocando a bandeira vermelha. O britânico, assim, foi eliminado no Q1 pela primeira vez desde o GP da Bélgica de 2016, há 27 corridas.

Após o reinício da prática, Kimi Raikkonen, com pneus macios, foi o mais rápido durante os primeiros 17 minutos do treino oficial, com 1min09s405, 0s047 à frente da Mercedes de Bottas. Vettel ficou em terceiro, com 1min09s643.

Felipe Massa, que usou compostos supermacios, surpreendeu no fim ao completar a sua volta em 1min09s789, avançando para o Q2 com o quarto melhor tempo. Os cinco pilotos eliminados, portanto, foram: o alemão Pascal Wehrlein e o sueco Marcus Ericsson, da Sauber; o francês Pierre Gasly, da Toro Rosso; o canadense Lance Stroll, da Williams; e Hamilton, da Mercedes.

Q2

Após Bottas liderar boa parte do Q2, com a marca de 1min08s638, Sebastian Vettel registrou o tempo de 1min08s494 nos segundos finais da atividade, ficando em primeiro lugar. Já Massa continuou apresentando bom ritmo e terminou em sétimo, com 1min09s612.

Esteban Ocon, da Force India, Romain Grosjean, da Haas, Stoffel Vandoorne, da McLaren, Kevin Magnussen, da Renault, e Brendon Hartley, da Toro Rosso, foram os cinco últimos colocados do Q2. O neozelandês, com problemas em seu carro, nem sequer marcou tempo, inclusive.

Q3

Com o tempo de 1min08s360, Vettel liderou a última parte da classificação até depois do estouro do cronômetro. No entanto, Bottas ainda estava na pista e tinha uma última chance. O finlandês, então, acelerou a marcou a pole mais rápida da história de Interlagos, com 1min08s322.

Massa, que só foi à pista nos últimos minutos do Q3, não foi bem e marcou apenas o décimo tempo. No entanto, o brasileiro largará em nono em função da punição a Ricciardo, da Red Bull.

Veja como ficou o grid de largada para o GP do Brasil de F1:

1: Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 1min08s322
2: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – 1min08s360
3: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1min08s538
4: Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min08s925
5: Sergio Perez (MEX/Force India) – 1min09s598
6: Fernando Alonso (ESP/McLaren) – 1min09s617
7: Nico Hulkenberg (ALE/Renault) – 1min09s703
8: Carlos Sainz (ESP/Renault) – 1min09s805
9: Felipe Massa (BRA/Williams) – 1min09s841
10: Esteban Ocon (FRA/Force India) – 1min09s830
11: Romain Grosjean (FRA/Haas) – 1min09s879
12: Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren) – 1min10s116
13: Kevin Magnussen (DIN/Haas) – 1min10s154
14: Pascal Wherlein (ALE/Sauber) – 1min10s678
15: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) – 1min09s330**
16: Marcus Ericsson (SUE/Sauber) – 1min10s875
17: Lance Stroll (CAN/Williams) – 1min10s776*
18: Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso) – 1min10s154**
19: Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso) – 1min10s686***
20: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) – sem tempo

* punido em cinco posições

** punidos em dez posições

*** punido em 25 posições