Alpine anuncia Oscar Piastri, mas piloto desmente e nega acordo

São Paulo, SP

02/08/22 | 17:26

A Alpine anunciou, nesta terça-feira, o australiano Oscar Piastri como seu novo membro para a temporada de 2023 da Fórmula 1, porém o jovem piloto utilizou suas redes sociais para desmentir a equipe, afirmando que não assinou contrato nenhum e não correrá pelos franceses no ano que vem.

Com 21 anos, Piastri substituiria o bicampeão mundial Fernando Alonso, que anunciou sua ida para a Aston Martin no ano que vem. Através de suas redes sociais, a Alpine afirmou que o piloto estava confirmado para a próxima temporada.

"Após quatro anos fazendo parte da família Renault e Alpine, o piloto reserva Oscar Piastri foi promovido para o assento ao lado de Esteban Ocon, começando em 2023".

Com o anúncio de aposentadoria feito pelo alemão tetracampeão mundial Sebastian Vettel, na última quinta-feira, o espanhol Fernando Alonso anunciou que assumiria um assento na Aston Martin. A saída do bicampeão criou o espaço necessário para Piastri chegar à elite do automobilismo mundial e se tornar o novo companheiro do francês Esteban Ocon. Porém, o jovem afirmou através das suas redes sociais não ter assinado nenhum contrato e que não correrá pela equipe em 2023.

"Eu compreendo que, sem meu consentimento, a Alpine publicou um comunicado de imprensa no final desta tarde informando que eu pilotaria para eles no ano que vem. Isso está errado e eu não assinei nenhum contrato com a Alpine para 2023. Eu não correrei pela Alpine no ano que vem", afirmou o piloto.

Em julho, rumores de que Oscar Piastri estaria negociando com a McLaren correram pelo paddock, mas estes foram negados pelo chefe da Alpine, Otmar Szafnauer, que afirmou existirem "obrigações contratuais" que manteriam o piloto vinculado à sua equipe até o final de 2023.

Apesar da pouca idade, as últimas temporadas de Piastri justificam toda a ansiedade sobre seu futuro. Em 2019, foi campeão da Fórmula Renault e, no ano seguinte, venceu a Fórmula 3. No ano passado, estreou na Fórmula 2 e também conseguiu o título, se tornando o terceiro piloto na história a ser campeão da categoria em sua temporada de estreia, ao lado de Charles Leclerc, hoje na Ferrari, e George Russel, que atualmente corre pela Mercedes.


A Fórmula 1 volta às pistas depois das tradicionais férias de meio de temporada. O campeonato continua a partir do dia 28 deste mês, no lendário e reformado circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica. Até o momento, a competição é liderada pelo atual campeão Max Verstappen e por sua equipe, a Red Bull.

Deixe seu comentário