Vôlei/Superliga masculina

Sesi e Taubaté reeditam final do Paulista na volta da Superliga

GazetaEsportiva.net - São Paulo, SP - Brasil
05/01/2015 14:25:00

Em: Mais Esportes, Vôlei

A Superliga masculina de vôlei será retomada nesta terça-feira após uma pausa para as festas de fim de ano. Às 21h30 (de Brasília), no ginásio da Vila Leopoldina, Sesi e Funvic/Taubaté reeditam a final do Campeonato Paulista da modalidade.

“Sabemos que o Sesi é um time muito forte, com jogadores de Seleção Brasileira e que já passaram pelo grupo nacional, todos com muita experiência e muita história no vôlei. Esse jogo já se tornou um clássico, com os dois times querendo se firmar ainda mais, e fico muito feliz em participar disso tudo”, declarou o levantador Raphael do time do Vale do Paraíba.

Campeão do Estadual, o Taubaté é vice-líder da Superliga com 33 pontos ganhos, três a menos do que o ponteiro Sada Cruzeiro. Já o Sesi ocupa a quinta colocação, com 24 pontos na tabela da competição nacional.

O levantador Raphael é uma das estrelas do forte time de Taubaté, candidato ao título
O levantador Raphael é uma das estrelas do forte time de Taubaté, candidato ao título – Credito: Divulgação/CBV

“Estamos trabalhando para acabar com a inconstância no campeonato. Treinamos muito forte, bem e precisamos colocar isso em prática na hora do jogo. Sabemos que vai ser uma partida muito difícil, o Taubaté é um dos favoritos ao título, mas vamos fazer de tudo para sair com uma vitória e começar bem 2015. Diante de um time forte como esse, daria ainda mais confiança para o nosso grupo”, afirmou o cetral Riad do Sesi.

O confronto ainda será um reencontro de amigos. Raphael e Riad jogaram nos mesmo times por cinco anos, na Itália e no Brasil, mas desta vez estarão em lados opostos da rede.

“Tenho o Rapha como um irmão e a nossa amizade é muito maior do que qualquer rivalidade que exista em quadra. O Raphael tem suas próprias características, mas ele joga muito de acordo com o adversário. Certamente, estudou o nosso time e vai jogar em cima das nossas falhas”, disse Riad, melhor bloqueador da Superliga.