Gazeta Esportiva

Rio de Janeiro passa por cima do Pinheiros e conquista Supercopa feminina

São Paulo, SP

07/11/15 | 10:25

As comandadas de Bernardinho deram show e conquistaram o título da Supercopa feminina (Foto: CBV/ Divulgação)
As comandadas de Bernardinho deram show e conquistaram o título da Supercopa feminina (Foto: CBV/ Divulgação)

O Rexona-Ades/Rio de Janeiro dá sinais de que pode ter mais uma vez uma temporada hegemônica. Após ser campeão carioca pela 12ª vez consecutiva, o time comandado por Bernardinho conquistou a Supercopa feminina ao vencer, na noite da última sexta-feira, o Pinheiros (SP), em duelo que reuniu o atual campeão da Superliga e o vencedor da Copa do Brasil 2015.

Melhor para o tricampeão consecutivo da Superliga, que derrotou a equipe paulista, por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/16 e 25/22, no lotado ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP).

Um dos símbolos das inúmeras conquistas do Rio de Janeiro, a ponteira Natália comentou a reação da equipe carioca no terceiro set, quando perdia por 22 /18, e festejou mais uma medalha de ouro para a coleção, mas já pensando no restante da temporada.

“Sempre buscamos títulos e nos preparamos bastante essa semana para jogar contra o Pinheiros. Sabíamos que elas estavam com bom ritmo de jogo e que seria uma partida difícil. Fiquei feliz com a nossa recuperação no terceiro set e agora temos que continuar trabalhando forte para o restante da temporada”, declarou Natália.

Já a experiente líbero Fabi valorizou a conquista sobre as paulistas e ressaltou a importância de dar entrosamento para o time neste início de campanha. “Temos que valorizar a Supercopa que é uma competição nova e que faz parte do calendário nacional. É mais um título que vai para a história do Rexona-AdeS. Estávamos precisando jogar para entrosarmos a equipe com a Thompson e a Monique que chegaram para essa temporada. O Pinheiros foi um bom teste para o nosso grupo”, disse Fabi.

Na busca pelo 11º título da Superliga, o Rio de Janeiro faz sua estreia na mais importante competição nacional na próxima sexta-feira, dia 13, contra o Renata Valinhos/Country, às 21h30 (de Brasília), em casa. Já o Pinheiros, que busca o inédito título do torneio, visita o Terracap/Brasília Vôlei um dia depois, às 18 horas.

Deixe seu comentário