Cruzeiro vence Zenit e se sagra tricampeão do Mundial de Clubes

São Paulo, SP

23-10-2016 19:47:59

O Sada Cruzeiro segue fazendo história no voleibol. Neste domingo, o time mineiro venceu os russos do Zenit Kazan e conquistou o Mundial de Clubes pela terceira vez, feito único entre as equipes de vôlei do continente americano. No Ginásio Divino Braga, em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, os cruzeirenses venceram por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/23 e 25/18.

O Cruzeiro contou com grande atuação de seus atacantes para chegar à vitória. O oposto Evandro foi o maior pontuador do jogo, com 14 pontos marcados. O ponteiro cubano naturalizado brasileiro Leal colocou a bola no chão por 13 vezes, enquanto o central Isac anotou dez pontos. Além disso, o time de Minas Gerais foi superior ao adversário em todos os fundamentos.

Apesar do resultado ter sido em sets diretos, o Cruzeiro enfrentou dificuldades nos instantes iniciais da primeira parcial e não conseguiu abrir vantagem. As duas equipes se alternavam na pontuação, sem que alguma delas desgarrasse no placar. A história começou a mudar a partir da metade do set, quando os brasileiros aproveitaram erros do rival para conquistar uma diferença de quatro pontos e sustenta-la até o final.

 

 

Em desvantagem, o Zenit voltou para o segundo set com mais intensidade e logo abriu 7/4, se aproveitando de um raro momento de instabilidade do Cruzeiro na recepção. O time mineiro, porém, não demorou a se recuperar e, após uma boa sequência de saques de Evandro, Rodriguinho e Simon voltou a comandar o placar. Os russos, por outro lado, seguiram jogando bem e exigiram o melhor dos brasileiros, que apoiados pela torcida, venceram a parcial com a vantagem mínima: 25/23.

O terceiro set começou parecido com o segundo, principalmente em relação ao comportamento do Zenit, que procurou manter a intensidade. Os russos conseguiram equilibrar a partida só até os 15 pontos. A partir daí o Cruzeiro atropelou. Com grande habilidade, o levantador Willian variava as jogadas de ataque e confundia a defesa adversária. Perdido em quadra, o Zenit não conseguiu recuperar o bom voleibol e sucumbiu diante do Cruzeiro, que comemorou o tricampeonato mundial com a torcida.

Deixe seu comentário