Vôlei

Astro do vôlei francês é preso em Belo Horizonte por importunação sexual

AFP - São Paulo , SP
09/12/2019 23:44:56

Em: França, Mais Esportes, Notícias, Vôlei

O jogador da seleção francesa de vôlei Earvin N’Gapeth foi preso na madrugada desta segunda-feira em Belo Horizonte por importunar sexualmente uma mulher em uma casa de shows da capital mineira.

(Foto: FIVB/Divulgação)

Segundo a denúncia, N’Gapeth, de 28 anos, deu um tapa nas nádegas de uma mulher de 29 anos que estava no local no bairro de Estoril, região Oeste de Belo Horizonte.

A mulher, que estava acompanhada do namorado e de um amigo, reagiu dando um forte golpe no braço de N’Gapeth e chamou a polícia, que levou o jogador para prestar depoimento em uma delegacia.

“N’Gapeth relatou que estava em um camarote para uma comemoração e que na França é comum, também em jogos de vôlei, dar palmadas indiscretas nas nádegas, entre homens e mulheres também”, explicou à AFP a assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Ainda segundo a polícia, o jogador afirmou que “tocar as nádegas de uma mulher não é uma agressão nem uma ofensa e argumentou que confundiu a vítima com uma conhecida, e que por isso adotou tal comportamento”.

N’Gapeth está à disposição da justiça e aguarda para ser ouvido por um juiz, que irá avaliar possíveis ilegalidades em sua prisão. No Brasil, a importunação sexual é um crime inafiançável.




  • Gleidson Closterman

    Boa ocasião para o Macri, em nome de todos os franceses, se pronunciar condenando o ato não civilizado e arrogante de seu conterrâneo com o mesmo rigor que se intrometeu na soberania brasileira em sua região da Amazônia..

    • Arthur Rezende

      Mas o que um ex-presidente da Argentina tem a ver com um jogador francês?

      • Gleidson Closterman

        EITA BURRICE [email protected]@@@
        MACRON !!!!!!!!!!!
        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
        Obrigado pela correção !!!

  • Viúva da Parmalat

    Pepe Le Pew, se vc quer dar palmada na bun da da mulherada, faça isso na sua terra, aquela onde o povo detesta banho; se elas aceitam esse tipo de comportamento im becil, problema de vcs.
    Até entendo que suas conterrâneas têm poucos atributos físicos, principalmente na parte onde vc tocou, mas respeite nossas mulheres.
    Aliás, seu povo tem que aprender a respeitar o que é dos outros, se é que vc me entende!