Ventos fortes adiam baterias pelo segundo dia seguido em Portugal

São Paulo, SP

29-10-2015 10:40:34

Não foi nesta quinta-feira que as baterias voltaram a ser realizadas pela etapa portuguesa do Circuito Mundial de Surfe (WCT). Pelo segundo dia seguido, a organização do evento decidiu adiar as competições devido aos fortes ventos e ao fraco swell (ondulações) do mar em Peniche. A janela do evento vai só até o próximo sábado, porém a previsão indica uma melhora nas condições climáticas para os próximos dois dias.

“O swell baixou e os ventos ainda estão fortes, por isso é praticamente o nosso pior período de espera até o momento. Vamos verificar novamente amanhã (sexta-feira), os próximos dois dias parecem muito mais promissores”, revelou o vice-comissário da WSL, Travis Logie.

Isto posto, uma nova chamada na praia de Supertubos foi programada para esta sexta-feira, às 5 horas (de Brasília). O torneio terá sequência a partir da terceira bateria da quinta fase (repescagem), entre o taitiano Michel Bourez e o português Vasco Ribeiro.

Na sequência, Gabriel Medina disputará com o havaiano Keanu Asing uma vaga nas quartas de final, fase em que apenas Filipe Toledo e Ítalo Ferreira estão classificados como membros da Brazilian Storm. Caso vença a etapa portuguesa, o atual campeão mundial alcançará a liderança do ranking antes do último e decisivo evento da temporada, no Avaí, entre os dias 8 e 20 de dezembro.

Deixe seu comentário