Zverev tenta vencer primeiro Grand Slam com nova parceria

São Paulo, SP

26-08-2018 11:12:08

Apesar do quarto lugar no ranking ATP, e mesmo estando em alta no circuito mundial, sendo um dos nomes mais promissores da nova geração do tênis, Alexander Zverev ainda está devendo uma conquista de Grand Slam. Aos 21 anos, o alemão não tem campanhas muito sólidas nos torneios, chegando apenas às quartas de final, em Roland Garros.

Em busca de uma mudança nesse panorama, o tenista fez uma parceria com um técnico vitorioso e experiente. Ivan Lendl conquistou com Andy Murray três títulos de Grand Slam. "A razão pela qual estou com ele é competir e vencer os maiores torneios do mundo. Essa é a única razão pela qual ele se juntaria também. É ótimo tê-lo aqui. Espero que isso reflita nos resultados", explicou o número 4 do mundo.

"Ele é um homem inteligente e um cara legal. Foi vencedor como jogador e como técnico, então ele sabe o que é preciso. Ele sabe como fazer isso. Ele sabe como tornar os melhores jogadores ainda melhores. É por isso que eu o trouxe".

Por enquanto a dupla tem o US Open como teste para saber se a parceria vai em frente ou não. "[Vai durar] enquanto isso funcionar. Se eu ganhar o US Open aqui, provavelmente vai durar mais um pouco. Há muito trabalho tático, com certeza. E também há muito trabalho mental para me mostrar o que é necessário para disputar o Grand Slams e vencê-los. Com certeza ele me mostrou um pouco", disse Zverev.

O alemão tem a importante missão de apagar a má impressão da participação do torneio americano no ano passado. Após se destacar na temporada, o jovem caiu já na segunda rodada. "No ano passado eu estava um pouco esgotado. No ano passado eu joguei muito, ganhei muito. Mentalmente, foi difícil para mim porque todos me viram pela primeira vez como favorito. Isso também era novo para mim. As expectativas se adiantaram um pouco", declarou.

 

Deixe seu comentário