Técnico de Djokovic afirma que sérvio não se preparou bem para Wimbledon

São Paulo, SP

14-07-2016 16:24:11

O sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, venceu os dois primeiros Grand Slams do ano, na Austrália e na França. Com isso, cresceram as espectativas de que ele poderia levar, no mesmo ano, o título dos quatro maiores torneios do circuito, feito alcançado pela última vez em 1969, pelo australiano Rod Laver.

Porém, em Wimbledon, o sonho acabou. Irreconhecível, o melhor tenista da atualidade foi eliminado pelo americano Sam Querrey (29º), na terceira rodada, perdendo por 3 sets a 1, com parciais de 7/6(6), 6/1, 3/6 e 7/6(6). Com isso, o europeu não conseguiu defender o bicampeonato do torneio disputado na grama britânica.

Em entrevista à imprensa inglesa, o técnico de Djokovic, o ex-tenista alemão Boris Becker, falou sobre a participação de Novak em Wimbledon, e analisou os motivos que, segundo o treinador, levaram à derrota do sérvio em Londres.

"Depois do título em Roland Garros (no início de junho), todos o felicitaram, e ele perdeu um pouco do foco. Com isso, se descuidou um pouco, e atrapalhou sua preparação", explicou Becker, para depois defender o seu comandado: "É normal, Novak ainda é um ser humano, de carne e osso".

Após a derrota para Querrey, o sérvio admitiu que não estava 100% e, inclusive, afirmou que pode desistir do Masters 1000 de Toronto, que se inicia no dia 25 de julho, para chegar melhor preparado para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em agosto. Favorito, Djokovic buscará sua primeira medalha de ouro nos Jogos.

Deixe seu comentário