Simon vence e encara algoz de Nishikori na final do ATP 250 de Metz

São Paulo, SP

22/09/18 | 18:03 - 22/09/18 | 18:12

Gilles Simon comemora um dos pontos na vitória diante de Albot (Foto: JEAN-CHRISTOPHE VERHAEGEN / AFP)

Neste sábado, foram definidos os dois finalistas do ATP 250 de Metz, um dos torneios indoor (quadra coberta) do calendário da ATP. Buscando o terceiro título do torneio na carreira, o experiente Gilles Simon não deu chances para o tenista da Moldávia Radu Albot, venceu por 2 sets a 0, parciais 6/3 e 6/1, e garantiu um atleta da casa na decisão. O seu adversário na final será o alemão Matthias Bachinger, que surpreendeu e derrotou, de virada, o japonês Kei Nishikori, por 2 sets a 1, parciais 2/6, 6/4 e 7/5.

Com uma carreira vitoriosa, com 13 títulos ATP conquistados desde que estreou como profissional, em 2002, Simon dominou a partida desde o início, com um excelente jogo no fundo de quadra, poucos erros não forçados e dando nenhuma chance para o adversário incomodar durante os seus games de serviço.

O primeiro set foi um pouco mais equilibrado, mas Simon não deu espaço para uma surpresa, sacando muito bem e aproveitando o sexto game do jogo para quebrar o saque de Albot e abrir vantagem. Confiante, o francês manteve o jogo em alto nível e fechou a primeira parcial em 6/3.

Já no segundo set, a situação foi ainda mais simples para o tenista da casa, que quebrou o saque do Albot logo no primeiro game da parcial. Ainda mais confiante, Simon venceu mais um game no saque do oponente e confirmou a vitória no set por 6/1 e a partida por 2 sets a 0.

Kei Nishikori foi surpreendido por Matthias Bachinger (Foto: JEAN-CHRISTOPHE VERHAEGEN / AFP)

Na outra semifinal, o japonês Kei Nishikori era o grande favorito para chegar à decisão, ainda mais depois da vitória no primeiro set por 6/2. Pouco exigido, o atual número 12 do mundo ditava o ritmo do jogo e tinha tudo para manter o nível para confirmar a vitória.

No entanto, Matthias Bachinger melhorou o jogo no fundo de quadra, começou a errar menos o seu forehand, e venceu o segundo set por 6/4, no último game da parcial. No terceiro e decisivo set, Nishikori teve diversas chances de quebra, principalmente no sétimo game, quando fez 0-40, mas não aproveitou e viu o alemão quebrar no décimo segundo game e garantir vaga na grande decisão.

Deixe seu comentário