Nadal ganha 13º título em Roland Garros e iguala os 20 Grand Slams de Federer

AFP - São Paulo,SP

11-10-2020 13:19:47

O espanhol Rafael Nadal se sagrou pela 13ª vez campeão em Roland Garros ao vencer neste domingo o sérvio Novak Djokovic por 3 sets a 0, parciais de 6-0, 6-2 7-5, igualando assim a marca histórica de 20 conquistas do suíço Roger Federer em torneios do Grand Slam, os mais importantes do circuito de tênis.

Nadal precisou de 2 horas e 41 minutos para superar o sérvio e ampliar assim seu recorde de troféus na capital francesa, onde soma 100 vitórias e apenas duas derrotas desde que venceu pela primeira vez no saibro em Paris em 2005.

Entre os três grandes tenistas da atualidade, o espanhol e Federer, afastado das competições por conta de uma lesão, possuem 20 títulos do Grand Slam (Roland Garros, US Open, Aberto da Austrália e Wimbledon), enquanto Djokovic tem 17.


O tenista da Espanha se sagrou mais uma vez campeão numa edição da competição na capital da França, adiada da primavera para o outono (no hemisfério norte), por conta da pandemia de coronavírus, e com público limitado 1.000 espectadores por dia, o mais difícil ainda.

Durante o torneio, ele fez questão de destacar que as condições eram "as piores de sempre" para o seu estilo, referindo-se ao "frio extremo", às bolas novas utilizadas nas partidas, "duras como pedras", e à falta de ritmo de competição, após seis meses afastado das quadras, tendo jogado apenas o torneio de Roma antes de embarcar para Paris.

Tudo isso parecia dar ao sérvio a oportunidade de alcançar sua segunda grande vitória na França, repetindo o feito de 2016. Além disso, após uma manhã ensolarada, que prometia saibro seco para o espanhol, pouco antes da final começou a chover e o novo telhado retrátil da quadra central Philippe Chatrier foi acionado.

Umidade, chuva e telhado, o cenário ideal para o 'rei dos jogos em quadra coberta' Djokovic.

Mas Nadal soube enfrentar as adversidades e, mantendo a concentração e quase sem cometer erros, soube se impor sobre um adversário irreconhecível, sem ideias, que mal ofereceu resistência nesta que foi sua primeira derrota em 2020 (sem contar a desclassificação no US Open por acertar uma bolada no árbitro de linha).

Deixe seu comentário