Tênis/Aberto da Austrália

Marcelo Melo lamenta derrotas, mas quer superar barreiras nas duplas

GazetaEsportiva.net - Melbourne , - Austrália
29/01/2015 15:30:00

Em: Mais Esportes, Tênis

A madrugada de quarta-feira para quinta-feira foi trágica para o tenista brasileiro Marcelo Melo no Aberto da Austrália. Primeiro, ao lado de Ivan Dodig, ele perdeu a semifinal para a dupla francesa Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut por 2 sets a 1. Em seguida, nas duplas mistas, junto com Katarina Srebotnik, foi vencido por Pablo Cuevas e Su-Wei Hsieh por 2 sets a 0. Mesmo assim, Melo garantiu que as derrotas machucam, mas que ele vai lutar para conseguir ser campeão futuramente.

“É uma derrota difícil de digerir, mas tenho que levantar a cabeça e seguir em frente. Vou continuar trabalhando para eliminar esses pequenos erros e para que quando tiver chances como as de hoje eu possa concretizá-las e buscar esse título que tanto a gente quer. Quando conseguirmos passar por essa barreirinha vamos nos dar super bem”, afirmou o brasileiro após a derrota na semifinal das duplas masculinas.

Depois de sair perder o primeiro set, Melo e Dodig conseguiram se reencontrar no decorrer da partida e estiveram muito perto da vitória. Contudo, no tie-break do terceiro set, os franceses conseguiram uma reviravolta após estarem perdendo por 5 a 4 e avançaram para a decisão do Grand Slam.

“Foi um jogo duro para nós, eles começarem jogando melhor. Conseguimos voltar para partida, algo que vinha ocorrendo no decorrer do torneio, e chegamos a ter chance de vitória. Saquei em 5 a 4, mas eles realmente tiraram bolas mágicas. Uma delas foi aquela na linha que poderia ter virado dois match points. Depois salvaram um break point com uma cruzada fantástica do Mahut. No geral, quando estivemos na frente, foi muito bem jogado, mas eles conseguiram tirar essas bolas que foram melhores que as nossas”, analisou o tenista.

“É uma derrota difícil de digerir, mas tenho que levantar a cabeça e seguir em frente”, afirmou Marcelo Melo
“É uma derrota difícil de digerir, mas tenho que levantar a cabeça e seguir em frente”, afirmou Marcelo Melo – Credito: Divulgação