Imbatível em Pequim, Djokovic vence Isner e pega Ferrer na semi

São Paulo, SP

09-10-2015 10:15:12

Líder absoluto do ranking mundial, Novak Djokovic segue imbatível no ATP 500 de Pequim, na China. Na manhã desta sexta-feira, o sérvio derrotou com facilidade o gigante norte-americano John Isner, 13º do mundo, por 2 sets a 0, com duplo 6/2, em apenas 52 minutos de partida, e se classificou para as semifinais do torneio disputado em quadras rápidas.

Esta é a sexta vez que Djokovic disputa o torneio em Pequim, onde foi campeão das outras cinco edições em que esteve presente: 2009, 2010, 2012, 2013 e 2014. Com o resultado desta sexta, o pentacampeão alcançou sua 27ª vitória consecutiva na capital chinesa.

O próximo adversário de Nole será o espanhol David Ferrer (7º), que superou o taiuanês Yen-Hsun Lu (100º) por tranquilos 6/3 e 6/1. A partida terá o sérvio como favorito, já que lidera com folga o retrospecto diante do adversário deste sábado.

Em 20 confrontos, Djoko venceu 15 e não sabe o que é perder para Ferrer desde 2011. O duelo ainda será uma reedição da final do ATP de Pequim em 2010, quando o atual número 1 do mundo venceu por 2 sets a 0.

No confronto desta sexta, Djokovic aproveitou que Isner não estava inspirado em seu saque e atacou o grandalhão americano. O sérvio obteve 80% de aproveitamento nos pontos disputados em seus games de serviço, conquistou quatro quebras e não teve o saque ameaçado em nenhum momento.

Em Pequim, Novak Djokovic buscará seu oitavo título na temporada e o 56º na carreira. Ele já está classificado para o ATP Finals de Londres, torneio que reúne os oito melhores do ano em novembro, enquanto Ferrer ainda tenta uma vaga. A outra semifinal será disputada entre o espanhol Rafael Nadal (8º) e o italiano Fabio Fognini (28º).

Wawrinka e Nishikori avançam em Tóquio

No ATP 500 de Tóquio, Stanislas Wawrinka (4º) e Kei Nishikori (6º) confirmaram o favoritismo e estão entre os quatro melhores do torneio nipônico. Pelas quartas de final, o suíço venceu o norte-americano Austin Krajicek (124º) por 6/3 e 6/4, enquanto o anfitrião superou o croata Marin Cilic (14º), de virada, por 3/6, 7/5 e 6/3.<p>

Nas semifinais, Wawrinka medirá forças com o holandês Gilles Muller (43º), classificado após triunfo sobre o francês Gilles Simon (10º) por 6/3 e 6/4. Já Nishikori ficará frente a frente com o também francês Benoit Paire (32º), que eliminou o australiano Nick Kyrgios (34º) com vitória por 3/6, 6/4 e 6/1.

Os confrontos válidos pelas semifinais estão marcados para começar na madrugada deste sábado, a partir de meia-noite, no horário de Brasília.

Deixe seu comentário