Ghem e Rogerinho avançam em Porto Alegre; Orlandinho cai para argentino

São Paulo, SP

29-09-2015 17:00:49

O gaúcho André Ghem confirmou o favoritismo e estreou com vitória no Challenger de Porto Alegre. Número 141 do mundo, o tenista despachou o compatriota Caio Zampieri, 309º, na tarde desta terça-feira. O sexto cabeça de chave levou uma hora para vencer em sets diretos, com parciais de 6/1 e 6/4.

O adversário de Ghem nas oitavas de final será o dominicano José Hernández (217º), responsável por eliminar o chileno Hans Podlipnik-Castillo (167º) de virada, por 2 sets a 1 (2/6, 6/4 e 6/4).

Além de André, outros dois brasileiros avançaram para a segunda rodada no saibro gaúcho. O paulista Rogerinho Dutra da Silva levou 50 minutos para bater o gaúcho Oscar José Gutierrez por 2 sets a 0, com direito a pneu (6/0 e 6/1). Rogerinho vai encarar o chileno Juan Carlos Saez (230º) que superou o favoritismo do belga Kimmer Coppejans (134º) e o derrotou por 6/2 e 6/0.

“Apesar de a partida de estreia sempre ser complicada, consegui entrar focado e fazer o que tinha me proposto a fazer. Espero continuar crescendo no torneio", afirmou Rogerinho.

Quem também venceu foi Pedro Sakamoto (530º). Vindo do quali, o paulista passou pelo chileno Christian Garin (301º) por 2 sets a 0 (6/4 e 6/2) após 1h30 de embate. Na próxima fase, Sakamoto encara o argentino Facundo Bagnis. O sétimo cabeça de chave venceu o português Gastão Elias por 2 sets a 1 na estreia (4/6, 7/5 e 6/4).

Orlandinho é eliminado por principal favorito

Quatro brasileiros ficaram no caminho na capital gaúcha. O jovem Orlandinho Luz (477º) foi superado pelo argentino Diego Schwartzman. O cabeça de chave 1 e número 77 do ranking mundial levou 1h18 para bater o garoto de 17 anos em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2.

“Ele é top 100. Foi o jogador mais forte que já enfrentei. Mas aproveitei muito, especialmente no primeiro set. Para mim é muito importante participar de um torneio deste nível e agradeço o convite para entrar na chave principal”, afirmou Orlandinho, que avançou para a segunda rodada da chave de duplas, ao lado do paulista Marcelo Zormann, com quem foi campeão das duplas do torneio júnior de Wimbledon e dos Jogos Olímpicos da Juventude, em Nanquim, na China, ambos em 2014.

Schwartzman encara agora o sueco Christian Lindell (215º), que passou pelo quali brasileiro Alexandre Tsuchiya (701º) com 7/5 e 6/2 após 1h30 de jogo.

O paulista Marcelo Zormann (583º) não resistiu ao favoritismo do argentino Facundo Arguello (120º), quarto cabeça de chave, e foi derrotado por 6/4 e 6/2 após 1h10. O pernambucano José Pereira, irmão de Teliana, lutou por 2h30 contra o argentino Máximo Gonzales, mas não conseguiu bater o cabeça de chave 8 e perdeu por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (3-7) e 6/4.

Deixe seu comentário