Ex-número 1 do mundo, Andy Roddick é indicado ao Hall da Fama do tênis

São Paulo, SP

24-01-2017 19:10:03

Durante a realização do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano, foram anunciados os dois novos membros que integrarão o Hall da Fama do tênis mundial, localizado em Newport, nos Estados Unidos. Os escolhidos foram Andy Roddick e Kim Clijsters.

Kim Clijsters liderou o ranking mundial tanto em simples quando nas duplas. Além disso, em simples, conquistou uma vez o Aberto da Austrália (2011) e três vezes o Aberto dos Estados Unidos (2005 2009 e 2010). Nas duplas, faturou Roland Garros e Wimbledon, ambos em 2003.

A belga comemorou a indicação e o fato de estar junto de Andy. "Muito animada e orgulhosa de ser um membro do Hall da Fama. Honrada por dividir esse momento com o Roddick", afirmou a belga.

Ex-número 1 do mundo e campeão do Aberto dos Estados Unidos em 2003, o norte-americano Andy Roddick também foi indicado, e não escondeu a emoção com a homenagem.

"É muito especial. Eu amo esse esporte e adoro fazer parte dele. Estou comovido em saber que minha presença no esporte estará para sempre na história do tênis, e eu estou incrivelmente honrado de ser incluído no Hall da Fama. Estou ansioso pela cerimônia em julho", disse Andy.

Quem também comemorou a indicação de Roddick foi Roger Federer. Enquanto Andy atuava no circuito, os tenistas se enfrentaram 24 vezes, com 21 vitórias de Federer, incluindo três finais de Wimbledon.

Apesar da disputa dentro de quadra, ambos são amigos, e o suíço comemorou com bom humor a entrada de Roddick no Hall da Fama: "Um chefe. Uma lenda. Um pai. Um marido. O Rod. Parabéns pelo Hall da Fama, estou muito feliz por você", disse Roger.

Deixe seu comentário