Djokovic demite técnico buscando renovação e recuperação na carreira

São Paulo, SP

05-05-2017 10:58:12

A instabilidade na temporada fez com que Novak Djokovic mudasse novamente de técnico. Nesta sexta-feira, o atual número dois do ranking mundial do tênis demitiu Marian Vajda e toda a sua equipe de treinamento para tentar dar uma nova guinada em sua carreira.

“Sou um caçador e meu maior objetivo é encontrar a faísca vencedora na quadra outra vez. Quero buscar a maneira de retornar ao topo mais forte”, afirmou Djokovic em comunicado.

Vajda e Djokovic estavam juntos desde 2006 (Foto: Miguel Medina/AFP)

Com isso, Djoko encerra uma parceria com Vajda que dura quase onze anos. Além do técnico, o tenista também irá mudar de preparador físico e fisioterapeuta. “Tenho muita fé neste processo e por isso vou levar tempo para buscar a pessoa adequada com a qual possa me conectar profissionalmente”, completou o sérvio.

Hegemônico na temporada de 2016, o sérvio ainda não conseguiu apresentar seu tênis em 2017. No Aberto da Austrália, Djoko foi eliminado logo na segunda rodada enquanto defendia o título do primeiro Grand Slam do ano. Na última grande competição, o Masters de Monte Carlo, o tenista acabou eliminado nas quartas de final para David Goffin.

Em dezembro do último ano, Djokovic se separou do seu então técnico, Boris Becker, após três anos de domínio completo no circuito com seis títulos de Grand Slams, incluindo o inédito título de Roland Garros em 2016.

Até encontrar uma nova equipe ideal para sua sequência, Djoko seguirá treinando sozinho para as próximas competições. “Novak pode fazer muito mais e tenho certeza de que o fará”, declarou Vajda após a separação.

Deixe seu comentário