Com apenas uma quebra, Federer bate Isner e vai às quartas em Nova York

São Paulo, SP

08-09-2015 07:40:37

Segundo colocado no ranking mundial, Roger Federer segue firme rumo ao hexacampeonato do Aberto dos Estados Unidos, disputado nas quadras rápidas de Nova York. Na madrugada desta terça-feira, o suíço se classificou às quartas de final ao vencer o gigante de 2,08m, o anfitrião John Isner, número 13 do mundo, por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-0), 7/6 (8-6) e 7/5, em 2h39 de confronto na lotada Arthur Ashe.

Com o resultado, o veterano de 34 anos atingiu a 76ª vitória em 86 jogos no Grand Slam norte-americano, o quinto triunfo em seis partidas diante de Isner e, de quebra, garantiu uma vaga no ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada em Londres, no mês de novembro.

Na busca por um lugar nas semifinais, Roger Federer terá que passar pelo francês Richard Gasquet, cabeça de chave número 12, que despachou o tcheco Tomas Berdych, sexto favorito, por 3 sets a 1, parciais de 2/6, 6/3, 6/4 e 6/1. Os dois ficarão frente a frente nesta quarta-feira.

Federer entrará em quadra com amplo favoritismo. Em 16 duelos diante do francês, o suíço saiu vencedor em 14 e sustenta uma invencibilidade desde 2011. Gasquet luta para igualar seu melhor resultado em Nova York, onde alcançou as semifinais em 2013, quando caiu para o espanhol Rafael Nadal, que seria o campeão daquela edição.

O jogo – Como já era esperado, os dois tenistas começaram bem no saque e confirmaram seus primeiros serviços com tranquilidade. No sexto game, no entanto, Federer três chances de quebra, que foram todas rechaçadas pelo gigante americano. Na sequência, ambos sacaram de maneira eficiente e a parcial caminhou para o tie-break. No desempate, o suíço foi extremamente agressivo, forçou os erros do rival e venceu de zero, sendo essa a primeira vez em 429 tie-breaks que Isner não somou um ponto sequer.

Se o primeiro set foi complicado para Roger, o segundo seria ainda mais. John Isner foi agressivo também enquanto recebia o saque adversário e obrigou o suíço a salvar cinco break-points. Novamente o desempate foi forçado, porém o americano não facilitaria outra vez. O tenista da casa abriu 5-3,mas falhou nos momentos mais decisivos e viu Federer virar para 8-6, abrindo 2 a 0 no confronto.

A terceira parcial parecia caminhar rumou a um novo tie-break, mas o pentacampeão conseguiu resolver antes. No 12º game, quando o set estava em 6/5 para o natural da Basileia, Federer atacou o saque de Isner, que já não tinha mais fôlego para aguentar o ritmo do rival, e conquistou a única quebra do jogo, avançando às quartas de final.

Deixe seu comentário