Campeão na Basileia, Soares quer aproveitar embalo para ir a Londres

São Paulo, SP

01/11/15 | 15:05 - 01/11/15 | 15:07

Ao lado do austríaco Alexander Peya, o brasileiro Bruno Soares conquistou neste domingo o título do ATP 500 da Basileia, na Suíça, ao bater o britânico Jamie Murray e o australiano John Peers por duplo 7/5. O triunfo mantém a parceira viva na corrida pelo ATP Finals. O tenista de Belo Horizonte - que chegou a seu 20º troféu no circuito profissional, sendo o 12º ao lado de Peya -, festejou a vitória e a chance de brigar por uma vaga no torneio que reúne os melhores da temporada.

"É sempre muito bom ganhar um torneio. É uma sensação muito boa sair de uma semana invicto. No nosso caso, ainda melhor, depois de um ano difícil e ainda mantendo a esperança de classificação para o Finals," comemorou o mineiro.

Para carimbar o passaporte rumo a Londres, Soares e Peya precisam de uma boa campanha no Masters 1000 de Paris, na próxima semana, em que disputam a vaga diretamente com o indiano Rohan Bopanna e o romeno Florian Mergea. Pode ser a última exibição conjunta do brasileiro e do austríaco, já que Soares será parceiro de Jamie Murray, irmão mais velho de Andy, em 2016. A estreia na França será justamente contra o caçula de seu futuro parceiro, que atua ao lado do compatriota Colin Fleming.

"Temos uma chave duríssima e pela frente uma dupla que já está classificada e outra que está na briga para classificar. São quatro duplas fortissimas, que estão tendo um ano muito bom. Tivemos uma grande semana e agora é tentar manter esse ritmo e esse embalo e levar isso para Paris. É a única coisa que temos a fazer. Chegando lá mudam as condições, as situações e é um torneio duríssimo. Mas vamos levar esse momento para lá e tentar aproveitar", concluiu.

(foto: Divulgação)
Mirando uma vaga no Finals de Londres, Peya e Soares já voltam atenção para Paris (foto: Divulgação)

Deixe seu comentário