Após dois anos, Rafael Nadal volta a defender a Espanha na Copa Davis

São Paulo, SP

08-09-2015 08:42:28

Rafael Nadal e David Ferrer estão de volta ao time espanhol da Copa Davis. Juntos, os dois não defendem a equipe nacional há quatro anos e a missão é vencer a Dinamarca pela permanência no Grupo I do zonal europeu. Além deles, a capitã Conchita Martínez confirmou nesta terça-feira os nomes de Fernando Verdasco, Roberto Bautista Agut e David Marrero, este último como quinto jogador.

Dono de 14 títulos de Grand Slam, Rafael Nadal não defende a equipe nacional desde 2013, quando a Espanha venceu, por 5 a 0, a Ucrânia, pelas eliminatórias da Davis, na Caixa Mágica, em Madri. Já David Ferrer esteve disponível para Conchita na derrota para a Rússia, por 3 a 2, há dois meses, em Vladivostok.

Pelo ranking mundial, Ferrer, sétimo colocado, será o número 1 e Nadal, oitavo na lista da ATP, jogará como o número 2 do conjunto espanhol, que enfrentará os dinamarqueses de 18 a 20 de setembro, fora de casa, na cidade de Odense. A vitória evita o descenso à terceira divisão da Davis e assegura a disputa, no ano que vem, para regressar ao Grupo Mundial.

O anúncio foi feito por Conchita no Estádio Olímpico de Barcelona, onde ela antecipou que Nadal e Verdasco jogarão duas vezes. Feliciano López (19º do mundo), que seria naturalmente um dos selecionados, ficou de fora por ainda estar disputando do Aberto dos Estados Unidos, em que disputará as quartas de final contra o líder do ranking, o sérvio Novak Djokovic, nesta terça-feira. O espanhol optou pela ausência por conta da maratona de partidas que teria de enfrentar e preferiu reservar-se ante seus próxims compromissos em Kuala Lumpur, Tóquio e Xangai.

 

Deixe seu comentário