Surfe/WCT

Surpreso por assédio, Medina prevê pressão menor na busca pelo bi

Bruno Ceccon - São Paulo , SP - Brasil
20/01/2015 10:00:18

Em: Mais Esportes

A repercussão do título do WCT 2014 surpreendeu o surfista Gabriel Medina. Único representante do Brasil a ganhar o campeonato, o jovem de apenas 21 anos prevê uma redução da cobrança no evento de 2015, apesar de atuar como atual campeão.

“Entrar como o cara a ser batido é uma responsabilidade a mais, mas estou tranquilo. Já realizei meu sonho. Quero competir sem pressão nesse ano e acho que isso vai acontecer. Já conquistei meu objetivo e o que vier agora é lucro. Foi difícil chegar, mas o mais difícil é sempre se manter”, declarou.

Atrapalhado pela expectativa em torno de seu possível título, Medina não conseguiu conquistá-lo maneira antecipada. Na última etapa, disputada no Havaí, ele superou os experientes Kelly Slater e Mick Fanning para finalmente ganhar o campeonato.

Charles Serrano, padrasto e guru de Medina, mostrou que o discurso no começo da temporada está bem ensaiado. “Todo o mundo cobrava um brasileiro campeão mundial, e o Gabriel conseguiu isso. Então, já fez tudo que precisava ser feito. Agora, a pressão vai ser menor”, teorizou.

Medina retornou ao Brasil no final de 2014 e experimentou o status de celebridade. Assediado por inúmeros novos fãs, ele teve contato com cantores, esportistas e modelos, como Anita, Neymar e Alessandra Ambrósio, entre outros. No começo de 2015, o surfista ainda não se acostumou.

Geraldo Alckmin entregou a Gabriel Medina a medalha do Mérito Esportivo pelo inédito título do jovem no WCT
Geraldo Alckmin entregou a Gabriel Medina a medalha do Mérito Esportivo pelo inédito título do jovem no WCT – Credito: Sergio Barzaghi/Gazeta Press
“A ficha está caindo aos poucos. Não sei… Consegui realizar um sonho e não imaginava que alcançaria essa repercussão. Vem sendo legal, tenho recebido vários fãs. A cada dia aumenta e é bom ser reconhecido pelo trabalho que você faz”, afirmou Medina, premiado por Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, na seguda-feira.

O brasileiro retomou nesta semana os exercícios físicos e no próximo dia 7 de fevereiro segue com destino ao Havaí para treinar. A abertura do campeonato está marcada para 28 de fevereiro, em Gold Coast, na Austrália. Em 2015, o jovem deve participar também da etapa de Maresias do WQS, em julho.

“Vamos tentar repetir o que fizemos no ano passado e aprimorar algumas coisas”, afirmou Charles Serrano sobre a pré-temporada. “No começo, o Gabriel vai ganhar um pouco de força e voltar a trabalhar o físico. Queremos chegar nessa primeira etapa para tentar ganhar, como em 2014. Agora, é treino e foco”, completou.