Medina volta a ter bons resultados no Circuito Mundial; Mineirinho e Ítalo também se classificam

São Paulo, SP

08-04-2016 10:17:08

Após começo de temporada incomum, os veteranos finalmente voltaram a se destacar na terceira etapa do Circuito Mundial de Surf em Margaret River, na Austrália. Na madrugada desta sexta-feira, três brasileiros venceram suas baterias e garantiram vaga direta na terceira rodada da competição.

O atual campeão mundial e defensor do título de Margaret River, Adriano de Souza, fez uma bateria bastante estratégica contra dois novatos no Circuito. Com 13.10 pontos, Mineirinho venceu o local Jacob Willcox e o havaiano Keanu Asing para se garantir na próxima rodada sem precisar passar pela repescagem.

(Foto: Ed Sloane/WSL)
Campeão em 2014, Medina ocupa apenas a 22ª colocação no Circuito atual (Foto: Ed Sloane/WSL)

Campeão de 2014, Gabriel Medina também vinha apagado nesta temporada. Mesmo tendo uma das quilhas de sua prancha quebrada, Medina somou a maior nota brasileira do primeiro dia de prova: 16.70 pontos, avançando com folga.

Ítalo Ferreira, melhor brasileiro ranqueado no Circuito 2016 em quinto lugar, fez 15.76 pontos e também venceu sua bateria com certa facilidade.

(Foto: Ed Sloane/WSL)
Ítalo vem sendo a grande surpresa da Brazilian Storm em 2016 (Foto: Ed Sloane/WSL)

Dos outros brasileiros que entraram no mar australiano, Alejo Muniz - voltando de lesão - com 13.13 pontos, e Caio Ibelli, 14.60, não venceram suas baterias e terão de disputar a repescagem. Já Alex Ribeiro não teve vida fácil, pulando no mar logo na primeira bateria contra o experiente local Taj Burrow e o francês Jeremy Flores. Com uma fraca nota de 5.43, o novato também irá para a rodada de reclassificação.

Mais dois surfistas da Brazilian Storm entrarão no mar para fechar as baterias da primeira rodada: Miguel Pupo disputará vaga com a lenda Kelly Slater na décima bateria, enquanto Wigolly Dantas fecha a primeira rodada na 12ª bateria contra dois atletas locais. Filipe Toledo ainda se recupera de uma lesão na virilha após boa atuação na primeira etapa da WSL, em Bells Beach.

No atual ranking da WSL, Matt Wilkinson vem na liderança isolada com 20.000 pontos (conquistou as duas primeiras etapas do Circuito). Ítalo Ferreira é o melhor brasileiro, na quinta colocação (8.250).

Confira o ranking do Circuito Mundial após duas etapas:

Matt Wilkinson (AUS) – 20.000 pontos

Conner Coffin (EUA) – 9.200

Jordy Smith (AFR) e Kolohe Andino (EUA) – 8.500

Mick Fanning (AUS) e Ítalo Ferreira (BRA) – 8.250

Caio Ibelli (BRA) – 8.000

Filipe Toledo (BRA) – 7.000

10º Adriano de Souza e Wigolly Dantas (BRA)

22º Gabriel Medina (BRA) – 3.500

Deixe seu comentário