Adriano de Souza anuncia aposentadoria do surfe após temporada 2021

Guilherme Goya - São Paulo,SP

16-09-2020 14:40:50

A tarde desta quarta-feira começou com notícia bombástica para o surfe brasileiro. Isso porque, aos 33 anos, Adriano de Souza, campeão do Circuito Mundial de Surfe de 2015, anunciou que a temporada de 2021 será a sua última como surfista profissional.

O anúncio inesperado foi feito através de entrevista coletiva, convocada pela assessoria do surfista. De sorriso no rosto e satisfeito com o que construiu na história do surfe mundial, o próprio Mineirinho explicou a despedida.

“A decisão foi tomada junto com a WSL, patrocinadores, família. Estou saindo super feliz e honrado, e ainda tem um ano. Estarei presente o ano inteiro, vai ser um ano de despedida. Tenho certeza que vai ser bacana, poder rever todos os amigos, criei laços importantíssimos no surfe. Vai ser minha última bateria, minha última passagem por cada lugar”, declarou.


Na elite do surfe desde 2006, quando tinha apenas 19 anos, Adriano se consolidou como um dos grandes nomes do surfe internacionalmente. A rotina dura de atleta foi levada em conta para a decisão. A escolha de Mineirinho, segundo ele próprio, é se aposentar em alta.

“A minha decisão foi tomada por alguns pilares que eu venho pensando ao longo do tempo. Acho que após 15 anos de circuito mundial vai cansando um pouco, dando trabalho a cada ano que passa, e particularmente eu não consigo ficar para sempre dentro do circuito, e tive que ter uma escolha, que foi de sair do cenário profissional em alta. Acho que 2021 foi o ano que eu escolhi para essa data”.


Para o futuro, Mineirinho diz buscar a motivação e a felicidade que ele não encontrou nos últimos anos em que competiu em alto nível no Circuito. O surfista brasileiro voltou a falar do desgaste provocado pela rotina, e que quer se aproximar mais da família depois de 2021.

“Todos esses anos após o título mundial foram anos extremamente desgastantes. Particularmente,  não consegui encontrar essa motivação e essa sensação de me reencontrar, e estar feliz. São momentos únicos e raros. Tento aproveitar ao máximo disso. Após 2021 terei espaço suficiente para tentar encontrar novamente esse sentimento e vou ter mais liberdade, mais tempo com a minha família, com as pessoas que eu amo, e não vou ter mais aquele calendário a cumprir. Acredito que agora a amplitude do meu calendário vai me fazer uma pessoa melhor e mais feliz”

Adriano não deixou claro qual será o próximo passo depois de se despedir do surfe profissional. Apesar disso, a certeza é que ele não irá largar a prancha e o mar tão fácil.

“O que eu vou fazer após esse ano de 2021 ainda está se concretizando, faltam coisas a serem conversadas com os patrocinadores. Mas vou ficar no mínimo mais três anos dentro do surfe, mas vivendo de uma outra forma, fora daquele calendário do Circuito Mundial. Sair desse mecanismo e entrar em um novo”, projetou.

Além do título mundial em 2015, em final contra Gabriel Medina em Pipe Masters, Adriano de Souza coleciona, como feito expressivo, sete vitórias em etapas do Circuito Mundial de Surfe. O anúncio vem depois de uma sequência de temporadas em que o surfista não conseguiu completar o Tour por conta de lesões no joelho.

Em 2020, com o circuito cancelado por conta da pandemia da covid-19, Adriano se prepara para entrar na sua última e derradeira temporada no surfe profissional. O brasileiro, que já participou de um evento preparatório na piscina de ondas artificiais de Kelly Slater, volta para mais um torneio de preparação nesta sexta-feira, quando será um dos protagonistas Onda do Bem, que será disputado em uma praia brasileira não divulgada.

Deixe seu comentário