Mais Esporte/Paralimpíada de Inverno

Repleta de emoção, Paralimpíada de Inverno tem seu início na Coreia

São Paulo , SP
09/03/2018 18:16:19 — 09/03/2018 18:17:12

Em: Mais Esportes, Paralimpíadas Destaque
Encabeçada por Aline Rocha, a delegação brasileira desfilou sob aplausos no Estádio Olímpico, em PyeongChang (Foto: Daniel Basil/MPIX/CPB)

Com uma cerimonia emocionante, a Paralimpíada de Inverno teve seu início nesta sexta-feira. O show teve mais de duas horas de duração e passou mensagens emotivas, como a de uma criança que, mesmo deficiente visual, conseguia sonhar de maneira ilimitada.

O brasileiro Andrew Parsons, presidente do Comitê Olímpico Internacional, deu fim à cerimonia e início aos Jogos com uma mensagem de “muito obrigado”. Assim como nas Olimpíadas, o país asiático abusou das cores e prezou por mensagens reflexivas, porém, já no fim da festa, alguns fogos começaram a estourar antes mesmo da pira ser acesa, marcando a única falha do evento.

“Tudo começa com um sonho. Grandes histórias, grandes conquistas, grandes dramas. Em sonhos, tudo é possível. Nos próximos dez dias, bilhões de pessoas ao redor do mundo vão testemunhar sonhos se tornando realidade em PyeongChang. A jornada inclui o sonho de competir, de representar seu país, de ganhar uma medalha e escrever seu nome na história. Esses atletas vão realizar feitos que muitos não ousam nem sonhar”, disse Parsons.

Momento em que a pira paralímpica foi acesa (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX/CPB)

A delegação do Brasil desfilou com Aline Rocha como porta-bandeira. A paranaense, que competirá em quatro provas de esqui cross-country, é a primeira mulher brasileira a participar dos Jogos Paralímpicos de Inverno. Cristian Ribera, que disputará a mesma modalidade de Aline, e Andre Cintra, do snowboard, completam a delegação.

A estreia brasileira na Paralimpíada de Inverno acontece no próximo sábado, dia 10, com Aline e Cristian competindo nas provas de 12km e 15km, respectivamente. Já Andre estreia apenas no domingo.