Rafaela Silva é comunicada de suspensão pesada por doping

São Paulo , SP
24/01/2020 23:39:20

Em: Mais Esportes
Foto: Ernesto BENAVIDES/AFP

O sonho de Rafaela Silva em buscar o bicampeonato olímpico pode ter chegado ao fim. Nesta sexta-feira, segundo informações da Globo, a judoca foi comunicada pela Federação Internacional de Judô (FIJ) da suspensão de dois anos em função de doping. O período de gancho tiraria a atleta das Olimpíadas de Tóquio-2020.

A brasileira foi flagrada através da substância fenoterol. O exame ocorreu nos Jogos Pan-Americanos, no início de agosto do ano passado, e Rafaela Silva perdeu a medalha de ouro conquistada na competição no Peru.

A defesa inicial da judoca alegou contaminação. Rafaela Silva justificou que teve contato com um bebê que consumia uma medicação contra asma que apresenta a substância proibida.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

A partir de agora, a campeã olímpica buscará um recurso da suspensão. Ela aposta no trabalho de  um novo advogado, Marcelo Franklin, que já inocentou diversos atletas julgados em circunstâncias semelhantes – inclusive a nadadora Etiene Medeiros, flagrada também com fenoterol.

No fim da noite desta sexta-feira, a Confederação Brasileira de Judô emitiu uma nota oficial em que promete apoio a Rafaela Silva:

“A Confederação Brasileira de Judô seguirá acompanhando os desdobramentos do processo legal referente ao caso de doping envolvendo a judoca da seleção brasileira, Rafaela Silva, com a confiança de que a justiça prevalecerá. 

Rafaela Silva é campeã olímpica e mundial, exemplo de superação dentro e fora dos tatames e um dos maiores ídolos do esporte brasileiro. A CBJ prestará o suporte que lhe couber e só se pronunciará novamente após a decisão final do processo”