Pacquiao comenta sobre última luta e planeja futuro fora dos ringues

São Paulo, SP

20-01-2016 09:14:19

Diante de todas as especulações que cercaram Manny Pacquiao nos últimos meses, o boxeador filipino declarou que a luta do próximo dia 9 de abril será mesmo a sua última. O filipino protagonizou um dos maiores confrontos da história do boxe contra Floyd Mayweather no dia 3 de maio de 2015, quando acabou sendo derrotado.

Pacquiao esteve envolvido em diversas notícias de que se Mayweather aceitasse uma revanche ele não iria se aposentar. No entanto. Faltando pouco menos de três meses para sua última luta, o boxeador comentou sobre a sua aposentadoria em entrevista coletiva para promover sua luta em Los Angeles.

“Vou me sentir triste quando pendurar minhas luvas, mas você não pode atuar para sempre no ringue. Eu comecei no boxe tempos atrás para ajudar minha família, minha mãe. Eu quero terminar minha carreira no boxe porque o desejo do meu coração é ajudar meu povo, meu país”, comentou.

Manny Pacquiao já declarou que planeja se candidatar para senador em seu país. Se aposentando no boxe, o filipino quer fazer história também na política. “As grandes conquistas na vida não são as que conseguimos para nós mesmos, mas para o povo. A vida é curta. É importante nós amarmos uns aos outros e mostrar união. É uma ótima oportunidade ter essa última luta”.

Por fim, Pacquiao justificou a escolha para lutar com Timothy Bradley ao invés de encarar o britânico Amir Khan ou o norte-americano Terence Crawford. “Eu escolhi Bradley porque ele tem melhorado muito. Penso que será um grande encontro de boxe no ringue”.

Deixe seu comentário