Oscar Pistorius é condenado a seis anos de prisão por assassinato

São Paulo, SP

06-07-2016 07:28:53

Oscar Pistorius foi condenado nesta quarta-feira a seis anos de prisão pelo assassinato da ex-namorada Reeva Steenkamp, ocorrido em 2013. A sentença foi definida no julgamento de apelação após o ex-atleta ter passado os últimos meses cumprindo prisão domiciliar em Pretoria.

“A sentença imposta ao acusado pelo assassinato de Reeva Steenkamp é de seis anos de prisão. As circunstâncias atenuantes se impõem aos fatores agravantes. Considero que há circunstâncias atenuantes que justificam não impor a pena mínima de 15 anos por assassinato”, disse a juíza Thokozile Masipa.

Em outubro de 2015 Pistorius havia sido liberado para cumprir prisão domiciliar, no entanto, promotores sul-africanos requisitaram um novo julgamento ao ex-atleta, com a justificativa de que havia suspeitas consideráveis de que ele realmente havia sido o autor do assassinato.

Apesar da sentença a defesa de Oscar Pistorius ainda poderá recorrer em relação ao tempo de pena que o sul-africano terá de cumprir. Em junho deste ano Pistorius chegou a retirar suas próteses durante o julgamento para mostrar ao juiz sua vulnerabilidade física, parte da estratégia de seu advogado, Barry Roux, para livrá-lo de uma punição mais severa.

Em entrevista ao canal britânico ITV no final de junho, Pistorius comentou que sua ex-namorada Reeva Steenkamp gostaria de vê-lo cumprir sua pena ajudando pessoas necessitadas ao invés de passar boa parte de sua vida atrás das grades.

“Não quero voltar para a prisão. Não quero desperdiçar minha vida lá. Se me concederem a oportunidade de redenção, gostaria de ajudar os menos afortunados. Gostaria de acreditar que se Reeva pudesse olhar para mim, ela gostaria que eu vivesse esta vida”, disse o sul-africano à época.

Deixe seu comentário