Etiene Medeiros bate Hosszu e ganha bi mundial nos 50m costas

São Paulo, SP

10-12-2016 22:51:10

A brasileira Etiene Medeiros conquistou o bicampeonato mundial na prova de 50m costas do Mundial de piscina curta na noite deste sábado. Para garantir a medalha de ouro, a nadadora superou a húngara Katinka Hosszu na edição de Windsor do evento.

Na final, Etiene ganhou com o tempo de 25s82. Hosszu, tricampeã olímpica no Rio de Janeiro, ficou na segunda posição ao fazer a marca de 25s99. A norte-americana Alexandra Margaret De Loof completou o pódio com o registro de 26s14 no Canadá.

"Essa mulher é muito forte", disse Etiene ao Sportv sobre Hosszu. "É muito legal estar competindo com ela, com profissionais de alto nível. Temos que criar essa competitividade, de estar aqui encarando de igual para igual, porque só assim vamos evoluir", completou a brasileira, também premiada (prata) no revezamento 4x50m medley misto.

Com o sucesso na prova dos 50m costas do Mundial de piscina curta disputado em Windsor, Etiene amplia a hegemonia iniciada em Doha 2014 – na ocasião, ela estabeleceu o recorde mundial da distância (25s67). Em Kazan 2015, no Mundial em piscina olímpica, a brasileira ainda ganhou a prata.

“Não é fácil estar aqui conquistando mais uma medalha. Estou muito feliz e rodeada de pessoas que sempre me dão muita força. Acabar o ano com essa medalha é muito bom. Não é só minha, é de todo o Brasil. Sei que nosso país passa por uma fase muito difícil, mas são coisas assim que nós põem para a frente", disse Etiene.

Finalistas – Etiene Medeiros não foi a única representante do Brasil na noite deste sábado em Windsor. Os três competidores do País que participaram das semifinais avançaram às respectivas decisões, marcadas para domingo: Daiene Dias, Felipe França e Felipe Lima.

Nos 100m borboleta feminino, Daiene participou da segunda bateria e se classificou à briga pela medalha de ouro com o sexto melhor tempo (57s10). A norte-americana Kelsi Worrell foi a mais rápida na semifinal, já que cravou 55s80.

Nos 50m peito masculino, o Brasil conseguiu classificar seus dois representantes. Superado apenas pelo russo Kirill Prigoda (25s95), Felipe Lima (26s08) avançou na segunda colocação. Já Felipe França (26s10) passou com o quarto melhor tempo da semi.

Deixe seu comentário