Após cancelamento, provas da Copa do Mundo são realizadas neste domingo

São Paulo, SP

04-10-2015 08:59:15

Por causa de poluição, Singapura teve apenas um dia de competições da Copa do Mundo (Foto: FINA/Michael Hoare)
Por causa de poluição, Singapura teve apenas um dia de competições da Copa do Mundo (Foto: FINA/Michael Hoare)

Após o cancelamento do primeiro dia de provas da etapa de Singapura da Copa do Mundo de natação, foram realizadas na manhã deste domingo algumas das finais femininas e masculinas do torneio. Sem muitas surpresas, os nomes do circuito que já haviam se destacado em etapas anteriores confirmaram o favoritismo e estiveram presentes nos pódios de sus respectivas provas. Destaque para a húngara Katinka Hosszu, que mais uma vez provou ser a maior medalhista da atual temporada.

A primeira prova decisiva do dia foi os 100 metros livre feminino, onde as irmãs australianas Campbell acabaram dominando, com Cate garantindo a primeira colocação e Bronte vindo logo atrás. Para completar o pódio, a húngara Katinka Hosszu marcou 54.23 e conquistou mais uma medalha nesta temporada da Copa do Mundo.

Nos 200 metros livre masculino o australiano Daniel Smith sobrou para vencer Masato Sakai e Quan Kai Yeo, segundo e terceiro colocados, respectivamente. O australiano reinou na disputa terminando os 200 metros com pouco menos de três segundos à frente de seus concorrentes.

Logo em seguida foi a vez das meninas entrarem na água para a disputa dos 50 metros peito. A jamaicana Alia Atkinson confirmou seu favoritismo mais uma vez e faturou a medalha de ouro com o tempo de 30.74. Em segundo lugar ficou a australiana Sally Hunter, seguida pela americana Micah Lawrence. Atkinson já havia faturado os 100 metros peito na etapa de Pequim e agora soma mais uma medalha de ouro.

Nos 100 metros peito foi a vez do sul-africano Cameron Van der Burgh brilhar mais uma vez e provar que ele é um dos principais nomes do estilo peito da natação mundial. O nadador que já havia conquistado medalha de ouro em Pequim, terminou na primeira colocação à frente de Kevin Cordes, dos Estados Unidos, e de Xiang Li, da China.

Nos 100 metros borboleta o japonês Masato Sakai mostrou ser um nadador versátil para conquistar a prova, já que havia garantido a prata nos 200 metros livre. Em seguida foi a vez das mulheres disputarem os 100 metros costa e a australiana Emily Seebohm chegou na primeira colocação, atrás da dama de ferro, Katinka Hosszu, e da americana Missy Franklin.

Ashley Delaney conquistou a vitória nos 50 metros costa masculino, seguido por Wen Zheng Quah e Yuki Shirai. Já nos 200 metros borboleta a húngara Katinka Hosszu, apesar de não terminar em primeiro lugar, esteve presente em mais um pódio já que garantiu a terceira colocação, atrás da chinesa Min Zhou e de sua compatriota Zsuzsanna Jakabos.

O russo Semen Makovich levou o ouro nos 200 metros medley masculino. Já nos 400 metros livre foi a vez de Katinka Hosszu voltar a brilhar e mostrar porque é a atleta que mais conquistou medalhas na Copa do Mundo de 2015. A húngara garantiu o lugar mais alto do pódio seguida por sua compatriota Zsuzsanna Jakabos e da australiana Jessica Pengelly.

O japonês Katsumi Nakamura já havia sobrado em Pequim, quando dominou a prova dos 50 metros livre masculino. Neste domingo o nadador teve mais dificuldades com a concorrência acirrada, entretanto, não foi o bastante para impedir que ele conquistasse mais uma vez a medalha de ouro, seguido por Kyle Chalmers e Te Haumi Maxwell.

Nos 200 metros peito feminino Alia Atkinson não conseguiu repetir o desempenho recente e acabou ficando fora do pódio que teve como representantes a americana Micah Lawrence como vecendora. Nos 200 metros costa masculino Yuki Shirai garantiu pela segunda etapa seguida a medalha de ouro na prova. O australiano Ashley Delaney bem que tentou, mas no final da prova acabou sentindo mais o cansaço, o que fez seu adversário japonês despontar como vencedor.

Nos 50 metros peito a vice-campeã mundial, Jeanette Ottensen, confirmou ser a favorita da disputa e garantiu sua quarta medalha de ouro na temporada. A dinamarquesa só não venceu a etapa de Paris-Chartres, porque não foi para a França. Holly Barratt terminou em segundo e a francesa Melanie Henique e a jamaicana Alia Atkinson empataram na terceira colocação.

Na última prova do dia, nos 400 metros medley feminino, a dama de ferro Katinka Hosszu voltou a faturar mais uma medalha de ouro, seguida por outra húngara, Zsuzsanna Jakabos, e da chinesa Min Zhou. A campeã mundial manteve os 100% de aproveitamento nessa prova, ganhando todas as etapas do ano.

Deixe seu comentário