Mariana Cassettari e Ana Carol Ipiranga faturam qualificativa do GP no Internacional Indoor SHP

São Paulo, SP

01-10-2021 22:21:01

Nesta sexta-feira, a qualificativa do GP do 31º Concurso de Salto Internacional - CSI2*-W Indoor movimentou a Sociedade Hípica Paulista. A vitória ficou em mãos femininas com a catarinense Mariana Cassettari montando Ana Carol Ipiranga, dupla terceira colocada no GP Indoor em 2020, que zerou na marca de 39s28.

Estiveram em pista 37 conjuntos, entre os quais nove zeraram e oito efetivamente largaram no desempate no percurso idealizado pelos course-designers internacionais Marina Azevedo e Gabriel Malfatti.

Mariana e Ana Carol Ipiranga comemorando a 1ª colocação na qualificativa e agora busca seu 1º título no cobiçado GP (Foto: Divulgação/CBH)

Em segundo lugar chegou o cavaleiro do Paraná Daniel Cury, que, montando Euclides, foi o primeiro a zerar com um percurso mais cauteloso, em 44s63. Já a terceira colocação ficou com o carioca Marcello Ciavaglia montando GR Garuda, dupla campeã do GP Indoor 2020, em 37s26, mas com uma falta.

Completaram o placar da quarta à sexta posição Lucio Osório montando Hardette S (39s83), Rafael Rodrigues dos Santos com Caramel JMen (42s60) e José Roberto Reynoso Fernandez Filho apresentando Cornet Dor Jmen (43s84). Todos tiveram apenas um derrube.

A disputa serviu como esquenta para o GP Inlaron AllMilk Troféu Jayme Loureiro Filho, a 1.60m, que encerra a competição no domingo, com a primeira volta às 13h30 (de Brasília) e a segunda, com a participação dos 12 melhores da primeira volta, a partir das 18h30. José Roberto Reynoso Fernandez Filho, tetra no GP 2010/2017/2018/2019, está entre os fortes candidatos ao título. Marcelo Ciavaglia, bicampeão do GP 2015/2020, briga pelo tri.

Daniel Cury e Euclides Método em belo salto (Foto: Divulgação/CBH)

As disputas internacionais são válidas pela seletiva do ranking brasileiro senior top, que irá garantir transporte de três cavalos e seus cavaleiros para o Winter Equestrian Festival 2022, nos Estados Unidos, e ainda pela liga sul-americana na corrida para a final da Copa do Mundo 2022, em Leipzig, na Alemanha. Ao todo, o evento distribui mais de R$ 400 mil em premiação, com R$ 120 mil em jogo no GP.

No programa nacional, mirins, jovens cavaleiros, amadores e cavaleiros profissionais têm 22 provas à disposição. Ainda nesse sexta, acontece a sempre concorrida Copa Ouro, 1.35m. No sábado, a principal atração é o Clássico, a 1.40/1.45m, a partir das 19 horas. Em seguida tem a "Prova Show / 4 barras" com premiação mínima de R$ 50 mil.

Deixe seu comentário