Judô

Victor Penalber é prata em Cancún; Contini e Alexia são bronze

São Paulo , SP
13/10/2018 21:15:54 — 13/10/2018 21:58:27

Em: Lutas
Brasil levou três medalhas neste sábado (Foto: CBJ/Divulgação)

Neste sábado, o Brasil conquistou uma prata e dois bronzes no Grand Prix de judô de Cancún, no México. Victor Penalber chegou até a final da categoria até 81kg, mas foi superado por ippon pelo belga Sami Chouchi na grande decisão. Marcelo Contini e Alexia Castilhos ficaram em terceiro lugar da sua categoria.

O atleta brasileiro venceu o romeno Marcel Cercea e o francês Alpha Oumar Djalo por ippon e o espanhol José Maria Mendiola Izquieta por wazari na fase preliminar. Na semifinal, ele ganhou do alemão Tim Gramkow com um wazari antes de ser derrotado pelo belga, que bateu Thiago Pinho na segunda rodada, na final.

Marcelo Contini levou o bronze na categoria até 73kg masculino. Ele superou o porto-riquenho Jeffrey Ruiz e o romeno Alexandru Raicu, ambos por ippon, e o canadense Arthur Margelidon por ter menos penalidades na rodada preliminar. Na semifinal, ele perdeu para o russo Denis Iartcev por ter mais penalidades e caiu para a repescagem. Nesta fase, ele venceu o peruano Alonso Wong por ippon e garantiu o terceiro lugar.

Na mesma categoria, Eduardo Barbosa venceu o holandês Sam Van Westende, o russo Ondar Saian e o húngaro Frigyes Szabo por ter menos penalidades. Na semifinal, ele foi derrotado pelo sueco Tommy Macias por ippon e perdeu a repescagem para Arthur Margelidon

Na categoria até 63kg feminino, Alexia Castilhos iniciou sua campanha com triunfos sobre a mexicana Anacaren Requejo e sobre a canadense Steganie Tremblay por ippon. No entanto, ela perdeu, ainda na fase preliminar, para a britânica Lubjana Piovesana por ippon e foi para a repescagem. Ele venceu a russa Badurova Kamila e a australiana Katharina Haecker por ippon e wazari, respectivamente, para levar o bronze.

No mesmo peso, Ketelyn Quadros foi eliminada no primeiro round. Ele levou um ippon da mexicana Prisca Awiti Alcaraz com 40 segundos para o final do combate.