Gazeta Esportiva

Hugo Calderano exalta aspecto mental após conquistar o Pan-Americano de tênis de mesa

São Paulo, SP

07/11/22 | 19:59

O brasileiro Hugo Calderano venceu o Campeonato Pan-Americano de tênis de mesa neste domingo, em Santiago, no Chile. Aos 26 anos, o atleta chegou à competição após três torneios na China, com períodos de quarentena na trajetória e viagens longas.

Na final, Hugo venceu o norte-americano Kanak Jha por 4 sets a 0 (15/13, 11/8, 11/8, 11/8). Com uma sequência, desgastante, o brasileiro citou a força mental como fator crucial para vencer o Pan-Americano.

“Estava muito cansado todos esses dias. Vim da China, com muitas horas de viagem e muitos torneios e treinamento até aqui. Faz dois meses que estou longe de casa. Foi muito duro jogar todo o Pan-Americano, mas sabia que o mais importante seria estar bem mentalmente, porque fisicamente não estava no meu melhor. A mente é mais forte do que o corpo e foi o que me moveu ao longo da competição”, disse após a final.

Antes do Pan-Americano, o planejamento foi um desafio para Hugo, com o calendário internacional anunciado ao longo do ano, com direito a competições confirmadas com pouca antecedência.

Além disso, a Guerra da Ucrânia fez com que Calderano precisasse mudar de clube no meio da temporada, o que também impactou a sua preparação.

Com o título do Pan-Americano, Hugo manteve a sua hegemonia nas Américas. Desde 2014, são 12 conquistas individuais em eventos continentais: dois Jogos Pan-Americanos (2015 e 2019), três Campeonatos Pan-Americanos (2017, 2021 e 2022), três Copas Pan-Americanas (2018, 2019 e 2020), três Campeonatos Latino-Americanos (2014, 2015 e 2016) e uma Copa Latino-Americana (2016).

“Já ganhei muitas vezes esse tipo de competição, mas esse é muito mais especial para mim. Não tive um ano muito fácil. É muito bom voltar com uma vitória em um torneio tão importante. Agora, espero poder me recuperar para estar ainda mais forte no ano que vem”, comentou o atleta.

Agora, após um breve período de descando, Hugo Calderano finalizará seu ano disputando o Kinoshita Meister Tokyo, em dezembro, na T-League, a liga japonesa de tênis de mesa.

Deixe seu comentário