Gazeta Esportiva

Duelo espanhol marca estreia do Brasil no Mundial do Catar

São Paulo, SP

14/01/15 | 10:17 - 25/05/17 | 17:46

Um duelo espanhol marca a estreia da Seleção Brasileira no Mundial masculino de handebol, disputado no Catar. O time verde e amarelo, comandado pelo técnico Jordi Ribera, vai encarar os anfitriões, treinados pelo também espanhol Valero Rivera, que levou seu país ao lugar mais alto do pódio em 2013.

Um duelo espanhol marca a estreia da Seleção Brasileira no Mundial masculino de handebol, disputado no Catar. O time verde e amarelo, comandado pelo técnico Jordi Ribera, vai encarar os anfitriões, treinados pelo também espanhol Valero Rivera, que levou seu país ao lugar mais alto do pódio em 2013.

Se o título ainda é um sonho distante, o Brasil quer ao menos superar o 13º lugar de 2013 na Espanha, melhor colocação do País no Mundial. A caminhada começa nesta quinta-feira, às 15h30 (de Brasília), no Lusail Multipurpose Hall, em Doha, com capacidade para 15 mil pessoas.

Após meses de treinamento intensivo, amistosos, análises e muita concentração, Jordi Ribera reuniu o que considera os melhores jogadores de cada posição para chegar ao grupo considerado ideal.

“Os atletas que estão no Catar têm um nível alto e fazem parte da filosofia de jogo que entendemos que a Seleção deve fazer”, analisou o espanhol, que espera encontrar muitas dificuldades contra o Catar, que conta com uma seleção preparada para a disputa do Mundial.

“O Catar é uma equipe que vem crescendo e se preparou muito para este Mundial. Sabemos que será um adversário bastante duro que conta com um excelente técnico”, avisou Jordi.

O técnico espanhol Jordi Ribera espera grandes dificuldades contra o Catar na estreia do Mundial (Foto: CBHb)
O técnico espanhol Jordi Ribera espera grandes dificuldades contra o Catar na estreia do Mundial (Foto: CBHb) - Credito: Divulgação

Integrante do Grupo A, o Brasil além de medir forças com os donos da casa, vai encarar a atual campeã Espanha, Eslovênia, Bielorrússia e Chile. Mesmo em uma chave difícil, Ribera ressalta a evolução de seus comandados nos últimos anos e acredita na classificação às oitavas de final.

“Nossa meta é melhorar a classificação da Espanha. Temos consciência que não será fácil, mas evoluímos nesses últimos dois anos. Nossa equipe primeiro tem que jogar bem esta primeira fase, pois estamos em um grupo em que temos possibilidades de passar às oitavas de final. Catar, Bielorrússia e Brasil têm objetivos parecidos e acreditamos muito que o trabalho que estamos fazendo trará resultados”, completou o comandante.

Já o capitão da Seleção Brasileira, Fernando Pacheco, o Zeba, pede concentração na estreia do Mundial, já que é uma partida que envolve grande ansiedade: “Sabemos que estreia é sempre complicada. Temos que nos concentrar muito”.

Capitão da Seleção Brasileira, Zeba pede concentração na estreia contra o Catar (Foto: CBHb/Site)
Capitão da Seleção Brasileira, Zeba pede concentração na estreia contra o Catar (Foto: CBHb/Site) - Credito: Divulgação

Após encarar o Catar, o Brasil pega a Espanha no sábado (17), a Bielorrússia na segunda-feira (19), a Eslovênia na quarta (21) e o Chile na sexta (23). As oitavas de final serão disputadas nos dias 25 e 26, as quartas no dia 28, as semifinais no dia 30 e a grande final no dia 1º de fevereiro.

No Grupo B, estão Croácia, Bósnia e Herzegovina, Macedônia, Áustria, Irã e Tunísia. A Chave C é composta por França, Suécia, Argélia, República Tcheca, Islândia e Egito. No grupo D estão presentes Dinamarca, Polônia, Rússia, Argentina, Arábia Saudita e Alemanha.

Confira os jogos do Brasil no Mundial masculino de handebol, respeitando o horário de Brasília:

Quinta-feira (15)
15h30 - Qatar x Brasil

Sábado (17)
12h - Brasil x Espanha

Segunda-feira (19)
12h - Bielorrússia x Brasil

Quarta-feira (21)
12h - Eslovênia x Brasil

Sexta-feira (23)
12h - Brasil x Chile

Deixe seu comentário