Etapa final do Mundial de surfe volta a ser adiada pela WSL

São Paulo, SP

13-12-2017 17:55:59

A última etapa do Mundial de Surfe voltou a ser adiada pela World Surf League (WSL). Nesta quarta-feira, a organização da etapa de Pipe Masters, no Havaí, anunciou que os surfistas não iriam competir, e passaram a janela para esta quinta-feira, às 13h30 (de Brasília).

A última etapa do Mundial de Surfe começou no início da semana, mas a primeira rodada sequer chegou ao fim. Por conta das ondas baixas e pela falta de competitividade, a organização passou a adiar a etapa que define o grande campeão da temporada 2017 da elite do surfe mundial.

Na última segunda, o brasileiro Gabriel Medina, campeão em 2014 e com chances de título nesta temporada, não teve grande início e ficou em terceiro lugar na quinta bateria do dia. Disputando vaga na segunda rodada com o brasileiro Miguel Pupo e o havaiano Benji Brand, Medina somou 12.43, contra 12.64 do surfista local e 14.83 do brasileiro, e ficou na última colocação.

Com o resultado, Medina disputará a repescagem da etapa havaiana. Os brasileiros Jadson André, Wiggoly Dantas,  Adriano de Souza e Filipe Toledo também disputam a repescagem. Já Ian Gouveia e Italo Ferreira ainda não participaram da primeira rodada. Caio Ibelli foi o único atleta do Brasil a avançar direto à segunda rodada.

Brigando por seu segundo título do Mundial, Gabriel Medina está na segunda colocação do ranking atual, com 50.350 pontos, contra 53.350 do havaiano John John Florence, que já tem vaga garantida na segunda rodada. Para tornar-se campeão, Medina precisa de três combinações de resultados: vencer Pipe Masters e John John Florence ficar em terceiro; ficar em segundo e John John em nono; terminar em quinto e John John em 13º.

Deixe seu comentário