Em final brasileira, Filipinho é campeão em Portugal pela 3ª vez no ano

São Paulo, SP

30-10-2015 15:45:34

Na final brasileira da etapa de Peniche, em Portugal, deu Filipe Toledo. O paulista derrotou na tarde desta sexta-feira o potiguar Ítalo Ferreira, por um placar acirrado de 17.83 a 17.13. Assim, Filipinho conquistou sua terceira vitória na temporada, depois de erguer os troféus nas etapas de Gold Coast, na Austrália, e do Rio de Janeiro.

Agora o paulista alcança a segunda colocação do ranking mundial, com 49.700 pontos, atrás apenas do australiano Mick Fanning, que tem 49.900. O top 5 ainda é composto pelos brasileiros Adriano de Souza, o Mineirinho, com 49.450, Gabriel Medina, 45.350 e o australiano Owen Wright, 43.600.

A disputa começou tranquila, com Filipinho marcando 1.27 em sua primeira onda. Poucos minutos depois, ao aproveitar uma onda baixa, devido aos ventos de Peniche, o surfista de Ubatuba conquistou uma sensacional nota 10, ao combinar aéreos, escaladas e rabetada, saindo perfeitamente de todas as manobras.

Logo em seguida, Toledo engatou outra boa onda, que lhe conferiu uma nota 7.33. Parecia que Ítalo teria grandes dificuldades para se aproximar do compatriota, mas não foi o que aconteceu. Faltando cerca de 25 minutos para o final da bateria, o potiguar executou um bom aéreo e recebeu nota 7.20, precisando assim de uma combinação de 17.34 para virar a pontuação.

Ítalo prosseguiu tentando encontrar boas ondas, e em mais um aéreo, o surfista conquistou nota 9.93 e continuou vivo na disputa, trazendo perigo à liderança de Filipinho e deixando o placar em 17.33 a 17.13. Com apenas três minutos para o final, o paulista recebeu uma nota 7.83, que ampliou sua vantagem. Ítalo precisava assim de um 7.91, mas fez apenas 6.83, não suficientes para reverter a situação.

“Não tenho palavras, é um sentimento muito bom. Foi uma semana muito louca. Machuquei minhas costas, mas é inacreditável. O título não era meu objetivo, mas agora tudo é possível e tenho que olhar para frente, para o título mundial”, declarou o campeão.

Filipinho, Mineirinho e Medina ainda tem chances de título. Os surfistas terão mais de um mês de preparação para o retorno às águas, já que a próxima etapa do WCT será a tradicional e última disputa em Pipe Masters, no Havaí. O surfistas cairão no mar entre os dias 8 e 20 de dezembro.

Deixe seu comentário