Confederações são investigadas pela PF acusadas de desviar recursos

São Paulo, SP

24-08-2016 10:46:49

Uma operação está sendo realizada pela Polícia Federal nesta quarta-feira para desarticular um grupo acusado de desviar recursos do Ministério do Esporte através de licitações falsas. Batizada de Nemeus, a operação descobriu o envolvimento de algumas confederações nas fraudes, uma delas medalhista de prata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, através da excelente exibição de Felipe Wu.

As confederações de taekwondo e tiro esportivo são acusadas de falsificar documentos para contratar serviços com preços muito acima do mercado. Estão sendo cumpridos 16 mandados judiciais no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Manaus e Caxias do Sul. Além das confederações, a Polícia Federal também faz buscas em escritórios e residências de pessoas envolvidas no caso.

Realizada em conjunto com a Controladoria Geral da União e o Ministério Público Federal, a operação Nemeus é baseada em investigações que vem sendo realizadas há um ano. Dos 16 mandados judicias, oito são de busca e apreensão, quatro conduções coercitivas, uma notificação judicial de afastamento do presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo e um mandado de prisão coercitiva.

Deixe seu comentário