Olimpíadas/Bastidores

COI anuncia comissão dos direitos humanos para Olimpíadas a partir de 2024

São Paulo , SP
01/12/2018 14:41:33

Em: Bastidores, Mais Esportes, Olimpíadas 2020, Olimpíadas 2024
Bach foi à reunião na próxima sede das Olimpíadas (Foto: Greg Martin/IOC)

O Comitê Olímpico Internacional anunciou neste sábado, marca de 600 dias para os Jogos de Tóquio, a criação de uma comissão de direitos humanos. Prevista para ter de seis a nove membros, ela vai ser dirigida pelo príncipe jordaniano Zeid Ra’ad Al Hussein. Os membros serão anunciados em março de 2019, enquanto que a comissão só será efetivada para os Jogos de Paris, em 2024.

O presidente do COI, Thomas Bach. comemorou a criação do novo órgão e exaltou sua importância. “Nós estamos extremamente felizes que Zeid Ra’ad Al Hussein tenha aceitado assumir a liderança dessa nova comissão. A promoção dos valores humanos no esporte é uma das principais prioridades do COI desde sua criação. Nossa missão, que é colocar o esporte a serviço da humanidade, caminha lado a lado aos direitos humanos, que fazem parte do nosso DNA”, disse o chefão.

O básico da comissão é garantir um diálogo com as cidades-sedes para que algumas normas sejam estabelecidas para receber os Jogos. Algumas das nomas pedem dos Comitês Organizadores: “respeito a legislação local, regional e nacional, assim como os acordos e protocolos internacionais do país-sede, relacionados a urbanismo, construção, proteção ao meio ambiente, saúde, segurança, condições de trabalho e luta anticorrupção”.