Prova Ciclística 9 de Julho

Empresa lança projeto para facilitar a vida dos ciclistas em São Paulo

São Paulo , SP
19/06/2016 17:11:07 — 22/06/2016 17:27:05

Em: Ciclismo, Mais Esportes
Representação gráfica de como será o serviço oferecido pela empresa. (Foto: Divulgação)
Representação gráfica de como será o serviço oferecido pela empresa. (Foto: Divulgação)

Expositora do congresso técnico da Prova Ciclística 9 de Julho, realizado neste domingo, a Mobike traz ideias inéditas para impulsionar a cultura do uso de bicicletas no Brasil. Com o projeto que propõe melhorias para o estilo de vida dos ciclistas diariamente, os sócios da empresa desenvolveram um projeto que deve ser lançado na Feira Shimano, em setembro. A inovação consiste em instalar contêineres, por toda a cidade de São Paulo, que auxiliem na prestação de serviços para aqueles que utilizam suas bicicletas no cotidiano. O sócio Ed Carlos Rocha Corrêa explicou como funcionará esta novidade e revelou o porquê de a ideia ter surgido.

“Surgiu com a ida ao trabalho. Nós tínhamos dificuldades, pois trabalhávamos a 15 km de distância. Chegávamos de bike e não tinha onde tomar banho, se a bicicleta quebrava também não tinha onde consertar. A ideia era criar uma estrutura que pudéssemos colocar em vários pontos da cidade”, contou sobre seu projeto, que já vem sendo desenvolvido há um ano.

Serão três contêineres em cada ponto construído. Um para tomar banho, outro com conveniência e, por fim, uma espécie de oficina mecânica caso aconteça algum problema com a bike. “Neste lugar, os ciclistas irão poder tomar banho como se fosse em suas casas, fazer o trajeto e, de repente, comer alguma coisa. Queremos três contêineres, um para cada função: conveniência, vestiário e bicicletaria”, afirmou.

O objetivo é promover a cultura do uso de bicicletas em São Paulo, para que os ciclistas não encontrem desculpas para trocar seus carros e transportes públicos pelos trajetos das ciclofaixas. “Tem gente que diz que não dá para ir de bike, pois não tem onde tomar banho, ou comer, ou até mesmo consertar o veículo. Agora não existe mais desculpa”, disse.

Além dos postos de auxílio, a Mobike representa uma linha de cadeirinhas para as crianças, na tentativa de fazer com que estas cresçam no mundo do ciclismo, junto com seus pais. “A ideia veio para tentar mudar também a cultura das crianças. O uso da bike com segurança, capacete, luvas, ciclovias, faz com que elas aprendam desde pequenas que é um meio de transporte mais saudável e econômico. É um trabalho que vai funcionar de forma integrada, em termos de filosofia”, acrescentou.

Os contêineres começarão a serem instalados após o lançamento, em setembro. A ideia é iniciar com seis em São Paulo, depois aumentar para 40 unidades e futuramente expandir nacionalmente. Os projetos funcionarão de maneira integrada, com divulgação através de aplicativos, site e TV interativa da companhia.