Gazeta Esportiva

Ciclistas se dividem entre diferentes objetivos na Prova 9 de Julho

Bruno Calió - São Paulo,SP

09/07/17 | 11:00

Com mais de 70 anos de história, que se confunde com a própria história do ciclismo nacional, a Prova Ciclística Internacional 9 de Julho, que realizou 71ª edição neste domingo, segue atraindo ciclistas de todas as idades. Afinal, participar da disputa instituída pelo jornalista Cásper Líbero para homenagear a Revolução Constitucionalista é o objeto de desejo de todos os amantes do esporte, que se dividem entre a aspiração de vencer a prova e competição sadia em família e até mesmo com si próprio.

“Eu já corria, mas resolvi pedalar, fiz a primeira prova e, apesar do sufoco, foi uma delícia. Minha meta hoje era completar a prova, não era brigar pelo título ou classificar para alguma coisa. O esporte é muito importante, tanto na saúde mental como física, e completar a prova foi muito importante para mim, me deixou muito feliz por mostrar que estou conseguindo me superar. É uma sensação única conseguir vencer barreiras. Seja o peso, a rotina, que às vezes nos faz perder algum treino, mas isso me deixa muito realizada”, disse Ingrid, de 35 anos, à Gazeta Esportiva.


Por mais que todos os participantes ressaltem a importância da prova em seus trajetos pessoais como forma de saúde e lazer, vencer é o que move os principais atletas de equipes do Brasil desde sua primeira edição, em 1933. Por isso, nada mais natural que a edição deste ano reúna o que há de melhor no esporte.

“Eu sempre acredito que eu posso, então vim para brigar pelo título. Quando eu estou preparada para aquilo que vou fazer, sempre creio que irei conseguir. Virar profissional nunca passou pela minha cabeça, porque tenho uma briga constante com meu joelho, mas sempre busco me superar e fazer o meu melhor”, afirmou Evelyn Quilles Moura, vencedora da categoria Aspirante feminino.

A Prova Ciclística 9 de Julho é uma das principais atrações do calendário esportivo da cidade de São Paulo e a cada temporada vem registrando novos feitos. O ano de 2015 marcou a volta da Prova às ruas de São Paulo. Em 2016, alcançou o número de 2.129 participantes e, com isso, passou a ser a prova ciclística com o maior número de participantes no Brasil.

A 71ª Prova Ciclística Internacional 9 de Julho é uma realização da Gazeta Esportiva, com promoção da Fundação Cásper Líbero e organização técnica da Federação Paulista de Ciclismo. O patrocínio é da Max Titanium, com apoio de Divena Veículos.

Deixe seu comentário