Catar está interessado em sediar as Olimpíadas de 2032

AFP - São Paulo,SP

27-07-2020 10:18:51

O Catar confirmou nesta segunda-feira (27) seu interesse em sediar os Jogos Olímpicos de 2032, juntando-se à lista de candidatos para realizar o evento, o que levanta novamente dúvidas sobre a adequação da disputa de alguns Jogos com temperaturas quentes e sem a garantia de um grande público.

Índia, Queensland (Austrália) e Xangai também estão entre os interessados, bem como uma eventual participação conjunta de Seul e Pyongyang para os Jogos Olímpicos de Verão de 2032.

De acordo com as mudanças propostas em 2014, os países envolvidos solicitam o ingresso no "diálogo em andamento" sobre a organização das Olimpíadas, que o Catar confirmou à AFP por meio de uma carta endereçada ao Comitê Olímpico Internacional (COI), em Lausanne.

"O anúncio de hoje marca o início de um diálogo significativo com o futuro Comitê Organizador do COI para explorar nosso interesse e identificar como os Jogos Olímpicos podem servir aos objetivos de desenvolvimento de longo prazo no Catar", disse à AFP o presidente do Comitê Olímpico do País do Golfo, Sheikh Joaan ben Hamad ben Khalifa Al-Thani.

O Catar não se candidatou à organização dos Jogos de 2016 e 2020, depois de ter proposto a organização em outubro, sem ter concordado anteriormente com o COI.

Os Jogos 2020, adiados para 2021 devido ao novo coronavírus, serão realizados no Japão, que também estará registrando com temperaturas altas de verão (no hemisfério norte) nas datas da competição, o que obrigou os organizadores a agendar as provas para o período da manhã, quando o clima mais ameno.

"O Catar adquiriu uma reputação como destino de classe mundial para grandes eventos esportivos. É essa reputação e essa experiência, bem como nosso desejo de usar o esporte para promover paz e intercâmbios culturais, que formarão a base de nossa diálogo com a Comissão ", acrescentou o sheik, irmão do soberano do Catar, o emir Tamim bin Hamad Al-Thani.

Para a Copa do Mundo de 2022, o problema do calor não deve ter tanta influência, já que a competição - tradicionalmente no verão (do hemisfério norte) - foi transferida para o período entre 21 de novembro e 18 de dezembro para evitar as altas temperaturas na região.

Nessa época, os termômetros chegam a 50ºC no país árabe. O calor e a umidade foram grandes problemas durante a Copa do Mundo de Atletismo, realizada no ano passado em Doha.

Várias imagens das participantes da maratona feminina ofegantes e desmaiando foram exibidas em todo mundo.

"Grande interesse" 

O presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), Sebastian Coe, afirmou que estava mais preocupado com as condições dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O Catar sediará a Copa do Mundo de 2022 após uma candidatura repleta de suspeitas de corrupção, segundo vários meios de comunicação europeus, algo que Doha sempre negou.

Além disso, as condições dos trabalhadores imigrantes nas obras da Copa do Mundo e a violação dos direitos humanos em geral atraíram muitas críticas de várias ONGs e sindicatos internacionais.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Mas o Catar alega ter tomado inúmeras medidas para melhorar as condições desses trabalhadores e garantir seus direitos.

"No Comitê Olímpico Internacional, estamos felizes com o enorme interesse gerado pelos Jogos Olímpicos de Verão de 2032", declarou o presidente do COI, Thomas Bach, em entrevista transmitida na sexta-feira pela rede QIN BeIN, especializada na cobertura de eventos esportivos.

"Lançamos um diálogo entre comitês olímpicos nacionais interessados e uma comissão especial do COI. Naturalmente, convidamos o Catar a participar desse diálogo", acrescentou.

Se o Catar atingir a meta estabelecida, será a primeira vez que o maior evento esportivo do mundo terá como sede um país do Oriente Médio.

Deixe seu comentário