Gazeta Esportiva

Brasil comemora duas vagas em finais após 1º dia da Copa do Mundo

São Paulo, SP

18/09/15 | 10:35 - 18/09/15 | 10:38

Caio Souza e Thauany Araújo são o Brasil em duas finais na Copa do Mundo da Croácia (Foto: COB)
Caio Souza e Thauany Araújo são o Brasil em duas finais na Copa do Mundo da Croácia (Foto: COB)

A Seleção Brasileira de ginástica artística começou bem sua participação na Copa do Mundo de Osijek, na Croácia, última competição antes do Campeonato Mundial de Glasgow, na Escócia. Na última quinta-feira, a equipe nacional garantiu vaga em duas finais: Caio Souza se classificou para a decisão das paralelas, enquanto Thauany Araújo brigará por medalhas nas barras assimétricas. As qualificatórias seguem nesta sexta até às 13 horas (de Brasília), e as finais no sábado e domingo.

“Viemos para essa Copa do Mundo com o intuito de melhorarmos ainda mais para o Mundial e trouxemos quatro ginastas que fazem parte da base da Seleção. Estamos muito satisfeitos com esse primeiro dia de classificatórias”, analisou Marcos Goto, um dos técnico do time verde e amarelo.

“No solo, ficamos na 10ª e na 14ª colocação com o Nory e o Zanetti, respectivamente, entre 48 participantes. No cavalo com alças, o Nory ficou na 10ª colocação também, em um aparelho com 38 ginastas e, entre eles, vários atletas mundialmente conhecidos, o que deixou a disputa da final ainda mais difícil. Para fechar, tivemos uma excelente participação do Caio nas paralelas, que fechou a qualificatória em segundo lugar no aparelho, que contava com 40 participantes", relatou Goto.

Ganhador de uma prata, por equipes, e bronze, salto, nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho, Caio Souza somou 15,000 pontos na fase classificatória das paralelas, terminando um pouco atrás do primeiro colocado, o ginasta britânico Ashley Watson, que fez 15,050. Já Lucas Bitencourt foi o 18º, com 13,650.

Ainda pelo masculino, Arthur Nory Mariano terminou em décimo no solo ao registrar 14,550 pontos e está como reserva na final. Seu compatriota Arthur Zanetti, que é especialista nas argolas, ficou em 14º. No cavalo com alças, Nory somou 14,250 e, mais uma vez, ficou com a décima posição e está na reserva. Lucas, com 12,700, foi o 28º.

Entre as mulheres, Thauany foi a oitava nas barras assimétricas, com 12,700. Jade Barbosa foi apenas a 17ª, com 11,700, e não avançou para a final.

Deixe seu comentário