LeBron James: "Tinha black power por causa de Kobe Bryant"

São Paulo, SP

02-12-2015 11:11:45

Um dos maiores astros do basquete da atualidade, LeBron James, comentou sobre a aposentadoria de Kobe Bryant. Defendendo o Cleveland Cavaliers, o camisa 23 lamentou nunca ter encontrado o jogador dos Lakers em uma final de NBA. Em 2009, Lakers e Cavaliers estavam prestes a protagonizar a final, no entanto, o Orlando Magic acabou eliminando a franquia de Ohio na final da Conferência Leste.

“Obviamente havia muitas coisas acontecendo sobre a final, desde a parte comercial até a parte da mídia, da imprensa. As pessoas só falavam sobre Lakers versus Cavaliers, Kobe versus LeBron, Kobe versus Lebron, Kobe versus Lebron”, disse. “Eu vi as estatísticas e desde 2007 eu ou ele estavam nas finais da NBA, mas nunca nos encontramos lá. E isso é definitivamente chato. Não apenas para nós competidores, querendo nos enfrentar nas finais, mas também para os fãs”, comentou.

LeBron James também admitiu que Kobe Brytan era tratado como um ídolo na época em que ainda não havia despontado como jogador de basquete profissional. O ícone do Cleveland Cavaliers declarou que até deixou um penteado black power para ficar parecido com o astro dos Lakers. Kobe entrou na NBA em 1996, diretamente do ensino médio, sem passar pelo esporte universitário, assim como LeBron, em 2003.

“Eu tinha cabelo black power no ensino médio por causa de Kobe Bryant, que também tinha. Eu queria ser como ele e sempre disse que minha inspiração vinha de Michael Jordan, mas eu sempre pensei que Jordan era de outro mundo, que eu nunca chegaria lá. Kobe era alguém que eu sempre quis ser igual e jogar como ele”, declarou.

Em 2008, nas Olimpíadas de Pequim, na China, LeBron participou da conquista da medalha de ouro ao lado de Kobe Bryant, na final contra a Espanha. Para o ala-pivô, essa foi uma das memórias mais marcantes de sua carreira.

“Logo no início do jogo Kobe foi pra cima de Pau Gasol e teve um flagrante. Pau Gasol era seu companheiro de time lá em Los Angeles. Eu pensei: “Esse cara está em um outro nível”. Eu adorei aquilo. Ele só pensava em ganhar. Ele realmente esqueceu que Pau era seu companheiro de equipe, que daqui três semanas eles estariam juntos novamente em Los Angeles”, finalizou.

Deixe seu comentário