Gazeta Esportiva

Após triunfo sobre Ilhas Virgens, brasileiros vibram com vaga no Mundial

São Paulo, SP

22/02/19 | 10:54 - 22/02/19 | 10:55

Nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira masculina de basquete bateu Ilhas Virgens pelo Qualificatório das Américas e garantiu vaga na Copa do Mundo FIBA 2019, que acontecerá na China, entre 31 de agosto e 15 de setembro. Após o triunfo por 104 a 80, na cidade de Saint Thomas, o técnico Aleksandar Petrovic não escondeu a satisfação pelo trabalho realizado e pelo feito de seus comandados, que, segundo ele, seguem em evolução.

"Quero dar os parabéns a todos os jogadores pela classificação. Para mim, o mais importante é que depois de um ano já temos dois ou três jogadores jovens que já podem participar a nível internacional, como Yago, Didi e agora Alexey, que vi em dois treinos que é um jogador com facilidade para infiltrar", disse o croata, que não gostou muito do que viu no começo da partida.

"Sobre o jogo, estou contente que conseguimos arrumar os erros dos primeiros 15 minutos, quando tivemos cinco ou seis vezes o um contra um e baixo aproveitamento nos rebotes. Depois encontramos uma boa dinâmica e controlamos a partida. Agora temos uma partida importantíssima em Santo Domingo, onde será tudo ao contrário, com um ambiente hostil e quero ver como os jogadores se comportam", completou, em referência ao último compromisso da Amarelinha nas eliminatórias americanas, contra a República Dominicana.

Amarelinha estará na China, onde ocorre o Mundial a partir de 31 de agosto (Foto: Divulgação/CBB)

A ocasião foi ainda mais especial para Alex García. O jogo marcou o retorno do ala à Seleção, após um período sem ser convocado. Seguindo a linha de raciocínio de Petrovic, o jogador de 38 anos de idade também analisou o duelo contra Ilhas Virgens e celebrou sua quinta classificação para Mundiais.

"Feliz de poder voltar à Seleção e muito feliz com a classificação. Participei apenas da primeira janela e agora estou participando da última. Sobre o jogo, eles tiveram um aproveitamento muito bom no primeiro tempo, mas depois que a gente apertou a defesa e eles começaram a errar, a gente abriu a vantagem e conseguiu manter o ritmo até o final. A classificação foi merecida e agora vou para o meu quinto Mundial", afirmou.

Brasil e República Dominicana se enfrentam nesta segunda-feira, dia 25. Em Santo Domingo, no Palacio de los Deportes, o confronto é válido pela última das 12 rodadas do Qualificatório das Américas. Com oito vitórias e três derrotas, os brasileiros são os terceiros colocados do grupo, atrás apenas da líder Venezuela e do vice Canadá. Os dominicanos, por sua vez, vem na quarta posição, com sete triunfos e quatro resultados negativos.

 

Deixe seu comentário