Pistorius é liberado e cumprirá restante da pena na mansão do tio

São Paulo, SP

15-10-2015 14:53:36

Oscar Pistorius finalmente deixará o cárcere privado. O campeão paralímpico, condenado a cinco anos de prisão por matar a namorada Reeva Steemkamp a tiros no início de 2013, foi autorizado pela Justiça da África do Sul e sairá de trás das grades para cumprir o restante da pena em prisão domiciliar. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira.

Alegando ter confundido a modelo com um ladrão, Pistorius foi condenado à homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Pelas leis locais, um réu bem-comportado nessas condições tem direito à liberdade condicional após cumprir um sexto da pena. Trancafiado na Supervisão Correcional Kgosi Mampuru II, em Pretória, desde outubro do ano passado, o paratleta deveria ter sido liberado no dia 21 de agosto.

Contudo, o Ministro da Justiça da África do Sul, Michael Masutha, acatou o pedido feito pela Movimento Progressista de Mulheres da África do Sul (WMSA) contra a soltura do paratleta. Segundo o grupo, a liberdade condicional seria "um insulto a todas as mulheres", representadas pela figura de Reeva. Além disso, Masutha alegou não haver base legal para a soltura. Os documentos foram revisados pelo Conselho de Revisão de Liberdade Condicional e pela Supervisão Correcional, que optaram por liberar o prisioneiro.

Pistorius deixará a cadeia na próxima terça-feira. Segundo informações da imprensa internacional, o sul-africano passará os próximos quatro anos na mansão de luxo de seu tio, que dispõe de piscina, jardins, academia particular e uma dúzia de suítes. Ele só terá permissão para sair da casa se for para ir à igreja, ainda assim sempre acompanhado.

Apesar da liberação, a novela de Pistorius ainda está longe do fim. A promotoria não acredita na versão do paratleta e garante que o crime foi premeditado. Desse modo, o sul-africano terá que se reapresentar à Suprema Corte para um novo julgamento, marcado para novembro. Caso a Justiça volte atrás e o condene por homicídio doloso (quando há intenção de matar), Pistorius passará, no mínimo, os próximos 15 anos na cadeia.

Liberado para a prisão domiciliar, Pistorius cumprirá o restante da pena na mansão do tio (foto: AFP)
Liberado para a prisão domiciliar, Pistorius cumprirá o restante da pena na luxuosa mansão do tio (foto: AFP)

Deixe seu comentário