Alison dos Santos brilha e leva o ouro na Liga Diamante em Oslo

São Paulo, SP

16-06-2022 19:09:49

O brasileiro Alison dos Santos (Pinheiros-SP) conseguiu outro grande resultado nos 400 m com barreiras na Liga Diamante 2022 ao vencer nesta quinta-feira os Bislett Games, em Oslo, Noruega, que comemorou 100 anos. Mesmo diante de condições climáticas adversas, Alison completou a prova em 47.26, com relativa facilidade.

Em segundo lugar, ficou Rasmus Magi, da Estônia, com 48.51, seguido do francês Wilfried Happio, com 49.01. Com o resultado, Piu, como Alison é conhecido no atletismo, manteve sua hegemonia na temporada, com a terceira vitória no circuito em sua preparação para o Campeonato Mundial do Oregon, que será disputado de 15 a 24 de julho, nos Estados Unidos.

Alison segue agora com o seu treinador Felipe Siqueira para um camping de treinamento na Turquia e volta a competir no dia 30 na etapa de Estocolmo, na Suécia, da Liga Diamante, a última antes do Mundial.

A sexta etapa da Liga Diamante de 2022 também marcou a estreia do brasileiro Rafael Pereira (Clã Delfos-MG) na competição. Ele ganhou a medalha de bronze nos 110 m com barreiras, com 13.37 (-1.2). Campeão brasileiro e sul-americano, o mineiro manteve seus bons resultados na temporada. O vencedor da prova foi o norte-americano Allen Devon, com 13.22, seguido do espanhol Asier Martínez, que fez em 13.30.

No salto com vara, Thiago Braz estreou no principal circuito de competições de 2022. Dono de duas medalhas olímpicas - ouro no Rio 2016 e bronze Tóquio 2020 -, o atleta paulista terminou em sexto lugar, com 5,60 m, marca obtida na terceira e última tentativa. Depois não passou 5,70 m nos três saltos a que teve direito. Em março, Braz foi medalha de prata no Mundial Indoor de Belgrado, com 5,95 m, .

O pódio foi formado pelo sueco Armand Duplantis, recordista mundial, que venceu com 6,02 m, seguido pelos noruegueses Sondre Guttormsen e Pal Haugen Lillefosse, ambos com 5,80 m. Duplantis ainda tentou 6,10 m, falhou duas vezes e se retirou da prova.

Em Marselha, na França, nesta quarta-feira, o carioca Gabriel Constantino (ICB-RJ) ficou com a prata nos 110 m com barreiras com 13.53 (-1.2). O sul-africano Antonio Alkana foi o vencedor, com 13.48, enquanto o jamaicano Michael O'Hara fechou o pódio, com 13.61.

Deixe seu comentário