Alison dos Santos avança, mas outros brasileiros caem na abertura do atletismo

São Paulo, SP

30-07-2021 01:36:20

Nesta quinta-feira (sexta-feira no horário local), foram disputadas as etapas classificatórias do atletismo nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Representantes brasileiros disputaram os 3000 m com obstáculos, o salto em altura, os 400m com barreiras e os 100 m rasos feminino. O destaque do Brasil foi Alison dos Santos, que ficou em segundo nos 400m com barreiras e avançou às semifinais.

Alison é a maior esperança de medalha em sua modalidade. O brasileiro disputou a primeira bateria da categoria e terminou na segunda colocação, terminando com 48s42, atrás apenas de Abderrahman Samba, do Catar, com 48s38.

"A nossa intenção era passar bem para a semifinal, não só em colocação, mas em tempo também. Era fazer uma corrida econômica, ser rápido, chegar bem e passar entre os dois primeiros da série para conseguir uma boa raia na semifinal melhor posicionada para chegar na final”, disse Alison após a prova.

“Agora é conversar com o meu treinador, analisar os pontos positivos e negativos, fazer alguns ajustes para tentar chegar melhor ainda na semifinal. Vou descansar bastante, me recuperar, manter o foco no que a gente quer, que vai dar tudo certo”, completou.

Marcio Telles, também nos 400 m, não teve o mesmo sucesso. O brasileiro terminou na penúltima colocação em sua bateria, com marca de 49s70. O vencedor foi o norueguês Karsten Warholm, com 48s65.

Nos 3000 m com obstáculos, a maior esperança brasileira era Altobeli Santos da Silva, que disputou a terceira bateria da prova. O atleta foi desclassificado após terminar a disputa na nona colocação com marca de 8min29. O vencedor foi o marroquino Soufiane El Bakkali, com 8min19.

No salto em altura, ambos os brasileiros, Fernando Ferreira e Thiago Moura, foram desclassificados no salto de 2,25m. Em três tentativas para cada um, nenhuma foi bem sucedida para os atletas na etapa, que ficaram pelo caminho.


Por fim, nos 100m rasos feminino, Rosângela Santos cravou 11s33, seu melhor tempo na temporada, mas não foi suficiente para avançar. Ela ficou apenas em quinto lugar na bateria vencida pela jamaicana Elaine Thompson-Herah, com 10s82. Outra brasileira inscrita na prova,  Vitória Cristina Rosa desistiu de participar da quarta bateria.

“Não fiz a prova que queria. Tive uma saída muito ruim. Faltou uma reação melhor na largada”, disse a velocista, que completou: “Agora é focar tudo no revezamento 4x100 m. Vamos tentar fazer a melhor prova possível. Minha missão ainda não acabou".

Deixe seu comentário