Após troca de farpas, Mayweather defende Ronda: “Ela é muito forte”

São Paulo, SP

17-11-2015 10:04:22

Por incrível que pareça, o polêmico boxeador Floyd Mayweather saiu em defesa da lutadora de MMA Ronda Rousey, com quem trocou farpas frequentemente neste ano. Após ver a ex-campeã do peso-galo do UFC ser nocauteada pela também norte-americana Holly Holm, no último final de semana, o atleta mais bem pago do mundo criticou a forma pela qual Ronda está sendo "zombada" nas redes sociais.

Um dos ataques partiu do rapper norte-americano 50cent, que publicou em seu instagram uma imagem em que Rousey aparece muito ferida na maca ao deixar o ringue sob a figura desesperada do técnico do personagem Apollo Creed, no filme Rocky IV, estrelado por Sylvester Stallone, que observa a lutadora agonizar na montagem. Segundo o artista, foi Floyd quem pediu a postagem. O atleta, porém, mostrou ser contra tal atitude.

Durante o ano, Mayweather provocou Ronda ao dizer que atletas do MMA ganham bem menos do que o campeão mundial de boxe, invicto dos meio-médios, faturava em 36 minutos de luta – Floyd ganhou 300 milhões de dólares apenas na peleja contra o filipino Manny Pacquiao, em maio, quando venceu por pontos. A então campeã do peso-galo do UFC, por sua vez, conquistou o prêmio “ESPY Awards”, considerado o “Oscar do Esporte” nos Estados Unidos, e questionou o boxeador por ser batido pela primeira vez por uma mulher. Em outra ocasião, Rousey declarou que, em uma luta sem regras, derrubaria o pugilista.

“Eu realmente não falei com ninguém sobre a situação de Ronda Rousey. Não tenho nada contra lutadores de MMA. É como o boxe, você vence algumas vezes, perde outras. Um verdadeiro campeão pode cair e ressurgir”, declarou um suave Mayweather nesta semana.

https://instagram.com/p/-H4mZqML6H/?taken-by=50cent

“Eu não acho legal como todos estão zombando dela nas mídias sociais. Certas coisas você tem que aprender. As pessoas vão te amar na sexta-feira e, então, no domingo de manhã, você não é nada. Comentários negativos e pessoas tirando sarro de você são coisas que eu não acho legal”, opinou o boxeador, aposentado desde 13 de setembro, quando bateu Andre Berto.

“Eu tenho certeza que ela é uma pessoa muito, muito forte, mas ainda temos que levar em consideração que ela tem sentimentos. Tudo acontece por uma razão. Isso estava escrito. Escute, se Deus diz: ‘Na carreira de Floyd, eu não quero que ele perca’. Eu não ia perder. Isso não significa que eu não tive uma derrota antes”, acrescentou o campeão mundial dos meio-médios aos 38 anos.

Deixe seu comentário